Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/9705
Título: Motivações e limitações para a prática do empreendedorismo feminino em Portugal
Outros títulos: um estudo exploratório
Autor: Cardoso, Catarina Eunice Silva
Orientador: Bernardino, Susana Jacinto Queirós
Palavras-chave: Empreendedorismo
Género
Motivações
Barreiras
Portugal
Entrepreneurship
Gender
Barriers
Motivations
Data de Defesa: 2016
Resumo: O empreendedorismo é um fenómeno internacional, muitas vezes definido como a tentativa de criar, inovar, gerar emprego e crescimento económico. Os géneros (feminino e masculino) evidenciaram, desde sempre, muitas diferenças, tanto a nível físico como intelectual. Atualmente o número de homens e mulheres a empreender está em crescimento, sendo que existe ainda uma grande discrepância entre os géneros no que diz respeito à prática do empreendedorismo. Este trabalho de investigação tem como objetivo fundamental compreender a prática do empreendedorismo feminino em Portugal, abordando também a problemática relacionada com o género e o empreendedorismo. Em particular pretende-se compreender o que leva as mulheres empreendedoras a criarem o seu próprio negócio e identificar os principais obstáculos com que as mesmas se deparam na criação e gestão dos seus negócios. Trata-se de um tema atual e ainda pouco explorado. A metodologia adoptada nesta investigação caracteriza-se por ser qualitativa. O trabalho empírico baseou-se na realização de estudos de caso múltiplos, sendo o instrumento de recolha de dados a entrevista semiestruturada. Seguidamente analisaram-se os conteúdos das entrevistas realizadas comparando-os com os dados teóricos recolhidos. A amostra deste estudo envolveu seis participantes: empreendedoras portuguesas em diferentes áreas, residentes no norte do país. Relativamente aos resultados obtidos, constatou-se que a maioria das entrevistadas empreende pela possibilidade de ser a sua própria chefe e de poder gerir o seu tempo, no entanto a maioria das entrevistadas consideram que quando estavam empregadas era mais simples conciliar a vida familiar com a vida profissional. A questão burocrática foi a mais referida como barreira ao início da atividade empreendedora por parte das respondentes. Concluímos também que a maioria das empreendedoras não sente qualquer discriminação de género sendo mulher empreendedora em Portugal.
Entrepreneurship is an international phenomenon, often defined as the attempt to create, innovate, create jobs and economic growth. Genders (male and female) have always showed many differences, both physical and intellectually. Currently the number of men and women entrepreneurs is growing, and there is still a large discrepancy between genders with regard to the practice of entrepreneurship. This research work has as its fundamental objective to understand the practice of female entrepreneurship in Portugal, also addressing the problem of theme related to gender and entrepreneurship. This is a current issue that is rarely explored. As part of this research is intended to highlight the gender issue as well as the motivations for female entrepreneurship and the limitations experienced by women to start and develop their own business. The methodology used in this investigation is characterized as qualitative, of multiple case studies, and the data collection instrument semi-structured interview. Subsequently I analyzed the contents of the interviews comparing them with the theoretical data collected. The sample involved six participants: Portuguese entrepreneurs in different areas, residents in the north of Portugal. With regard to results, it was found that most respondents initiate their own business because of the possibility of being their own boss and being able to manage their time, however most of the interviewees consider that when they were employed was easier to reconcile family life with professional life. The respondents mentioned bureaucratic reasons as the barrier to the beginning of entrepreneurial activity. We also conclude that most of the women entrepreneurs do not feel any kind of discrimination for being woman, in Portugal.
Descrição: Nota: 16 valores
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/9705
Designação: Empreendedorismo e Internacionalização
Aparece nas colecções:ISCAP - DM- Empreendedorismo e Internacionalização

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Mestrado Catarina Cardoso Final.pdf1,08 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.