Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/723
Título: Impacto microeconómico da formação profissional e medida da discriminação sexual no mercado de trabalho português: uma abordagem semiparamétrica
Autor: Saraiva, António Fernando Martins Garcia
metadata.dc.contributor.other: Portugal, Pedro
Palavras-chave: Economia
Data de Defesa: 2007
Editora: Universidade do Porto. Faculdade de Economia
Resumo: The thesis is structured in two essays running upon distinct subjects, even though between them can be perceived some affinities, due to the fact that both concern the analysis of different types of investment in human capital: training and higher education. In the first essay, it is broached the question of the evaluation of the impact on wages of different types of training, the stability of the worker-employer contractual bound and employment status, in Portugal, through propensity score matching applied to the data of the Inquérito ao Emprego of INE, relative to the years of 1998 throughout 2001. Concerning wage impacts, one concludes that on-the-job training is arguably the most compensating, but the remaining types of training will also generate wage gains, being the training acquired in schools or training centres the one with less pronounced effects. Regarding the effect upon employment status, estimates point to the conclusion that training will favour the abandonment of inactivity, but not surely employment, and it is even suggested that training received in schools and training centres will lead, more probably, to unemployment, although for a certain fraction of unemployed the actual direction of the causality may be the inverse. The second essay is about the decomposition, at the conditional mean and at conditional quantiles, of the gender wage gap specific to the universe of college graduates, in Portugal (data from the 1st Inquérito de Percurso aos Diplomados do Ensino Superior carried through in 2001), in order to gauge the degree of gender discrimination it may contain. Using the methodology of Machado-Mata and, alternately, propensity score matching, it is suggested that, in the public sector, gender wage discrimination, if it exists, will be small, i.e. the observed wage gap can almost entirely be explained by the differences between the productive attributes of men and women. Differently, in the private sector, the discrimination is potentially severe. Special attention is devoted to the contribution of the subject of degree for the explanation of gender wage differential.
Descrição: A tese estrutura-se em dois ensaios versando temas distintos, se bem que entre eles se possam perceber algumas afinidades decorrentes do facto de ambos se subsumirem à análise de diferentes tipos de investimento em capital humano: a formação profissional e a formação académica superior. No primeiro ensaio, aborda-se a questão da avaliação do impacto de diferentes tipos de formação profissional sobre os salários, a estabilidade da relação contratual trabalhador-empregador e a empregabilidade, em Portugal, por recurso a uma metodologia de estimação semiparamétrica, mais especificamente, através de uma metodologia de enlaçamento baseado em índices de propensão aplicada aos dados do Inquérito ao Emprego do INE, relativos aos anos de 1998 a 2001. Quanto aos impactos salariais, conclui-se que a formação obtida nas empresas será a mais compensadora, mas os restantes tipos de formação também propiciarão ganhos salariais, sendo que a formação obtida nas escolas ou centros de formação profissional será aquela com efeitos menos expressivos. Quanto ao efeito sobre a empregabilidade, as estimativas obtidas apontam para a conclusão de que a formação profissional potenciará o abandono da inactividade, mas não garantidamente o emprego, verificando-se mesmo que a formação recebida nas escolas e centros de formação profissional conduzirá, mais provavelmente, ao desemprego, se bem que, para uma certa fracção de desempregados, o sentido da causalidade possa ser inverso. O segundo ensaio versa a decomposição, da média condicional e por quantis, do diferencial salarial entre homens e mulheres específico do universo dos diplomados do ensino superior, em Portugal (dados do 1.º Inquérito de Percurso aos Diplomados do Ensino Superior realizado em 2001), por forma a apurar o grau de discriminação por género nele indiciado. Usando a metodologia de Machado-Mata e, em alternativa, a metodologia de enlaçamento baseado em índices de propensão, dir-se-ia que, no sector público, a discriminação salarial por género, a existir, será reduzida, i.e. o diferencial salarial observado explicar se á quase integralmente pelas diferenças entre os atributos produtivos dos homens e das mulheres. Diferentemente, no sector empresarial, a discriminação é potencialmente ponderosa. Especial atenção é dedicada ao contributo da área de formação escolar para a explicação do diferencial salarial.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/723
Versão do Editor: http://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/10801
Aparece nas colecções:ISCAP - Economia - Teses de doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TD_AntonioSaraiva_2007.pdf2,93 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.