Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/7143
Título: Autoconsumo: Um Elemento de Eficiência Energética
Autor: Silva, Diogo Maximino Ribeiro da
Orientador: Azevedo, Manuel Maria Pereira de
Palavras-chave: Défice tarifário
Miniprodução
Microprodução
Autoconsumo
Tariff deficit
Mini production
Micro production
Self-consumption
Data de Defesa: 2015
Resumo: Nos últimos anos assistiu-se ao crescente aumento do custo da Energia Elétrica (EE), com grande impacto após o ano 2012 devido à alteração no escalão da taxa de IVA aplicável. Por outro lado tem-se ainda vindo a verificar o aumento do défice tarifário devido a um conjunto de medidas e decisões estratégicas que atualmente estão a ser pagas por todos os consumidores de energia. A introdução dos programas da microprodução seguida da miniprodução, por parte da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG), permitiu aos pequenos e grandes consumidores de EE, efetuar localmente produção de EE por intermedio de fontes renováveis. Contudo, segundo as “limitações” por parte destes programas, apenas era permitido aos novos pequenos produtores injetar toda a eletricidade produzida na rede elétrica, não proporcionando qualquer benefício ao nível do consumo de energia local. Ano após ano, tem-se verificado uma revisão negativa, por parte da DGEG, sobre as tarifas de remuneração da energia produzida por estes sistemas, o que abalou significativamente um setor que até aqui tinha vindo a crescer a passos largos. Tendo em conta esta nova realidade surge a necessidade de procurar alternativas mais viáveis. A alternativa proposta, não é nada mais do que uma “revisão eficiente” dos atuais sistemas em vigor, permitindo assim aos pequenos produtores, atenuar os consumos energéticos e injetar na rede os excedentes de energia. O Autoconsumo revoluciona assim os atuais mecanismos existentes, garantindo deste modo que os consumidores de EE possam reduzir a sua fatura de eletricidade através da geração local de energia.
In the last years we are watching the increasing cost of electricity, with significant impact after the year 2012 due to the change in the level of VAT rate. On the other hand, it has been found the increasing of the tariff deficit due to a set of measures and strategic decisions that are currently being paid by all energy consumers. The introduction of the mini production and micro production programs by the Directorate General for Energy and Geology, allowed small and large consumers of electricity, locally make production of energy through the renewable sources. However, according to the "limitations" on the part of these programs, only was allowed to inject all the electricity produced in the power network, which doesn't provide any benefit in terms of local power consumption. Year after year, there has been a negative review by the Direção Geral de Energia e Geologia, in the energy compensation rates produced by these systems, which significantly shook a sector that until now had been growing. Given this new reality comes the need to more and new viable alternatives. The alternative proposal is nothing more than an "effective review" on the currently systems in effect, thus allowing small producers, mitigate energy consumption and inject into the network energy surpluses. The self-consumption thus revolutionizes the current existing mechanisms, thus ensuring that electricity consumers to reduce their electricity bill through the local power generation.
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/7143
Designação: Mestrado em Engenharia Eletrotécnica – Sistemas Elétricos de Energia
Aparece nas colecções:ISEP - DM – Engenharia Electrotécnica – Sistemas Eléctricos de Energia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_DiogoSilva_2015_MEESE.pdf4,55 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.