Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/695
Título: Sistema de neurónios espelho no síndrome de down: estudo das variações dos ritmos Mu No Eeg
Autor: Simões-Silva, Vitor
Orientador: Santos, Rubim
Rocha, Nuno
Data de Defesa: 2010
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Resumo: A capacidade de compreensão das acções dos outros e de imitação tem sido descrita como fundamental para a cognição social do ser humano. Recentemente tem sido atribuída a responsabilidade desta capacidade a um sistema neuronal denominado de Sistema de Neurónios Espelho, que se tem demonstrado estar afectado em perturbações mentais que se caracterizam por alterações severas da teoria da mente e da empatia, como é o caso do autismo. No caso do Síndrome de Down, verifica-se a coexistência de boas competências sociais e de capacidades práxicas e de imitação intactas, com dificuldades de interpretação de situações sociais e de reconhecimento de emoções, que nos levam a questionar acerca da actividade do seu Sistema de Neurónios Espelho. As oscilações do ritmo de frequências um (8-13 Hz) no córtex sensório-motor perante a observação de acções são consideradas um reflexo da actividade dos neurónios espelho, estando estabelecido que em pessoas saudáveis ocorre uma supressão mu na realização de movimentos com o membro superior e na sua observação quando realizados por outras pessoas. Neste estudo registou-se electroencefalograficamente a supressão dos ritmos mu em 11 pessoas com SD e em 20 pessoas sem SD nas seguintes condições: observação de um vídeo com duas bolas em movimento, observação de um vídeo com um movimento repetido de uma mão e realização movimentos com a mão. A baseline foi registada através da observação de um ponto estático. Constatamos que existe supressão dos ritmos mu na observação das acções dos outros em pessoas com Síndrome Down da mesma forma que ocorre na realização do próprio movimento, sugerindo uma relativa preservação do funcionamento dos neurónios espelho e dos mecanismos básicos de cognição social. Estes resultados vão de encontro aos estudos que apontam para a integridade das capacidades de imitação no Síndrome Down. Verificamos também que não se encontram diferenças significativas na supressão dos ritmos mu entre os grupos de pessoas com Síndrome Down e de Controlo em relação às condições usadas na investigação.
Mirror neurons help humans to recognize the actions and emotions of others through a simulation process, i.e., by a mechanism that makes us feel the same emotions and/or actions of others. It is thought that this mechanism could be fundamental for the development of our empathy. Mental disability can be considered as a cause for low social skills. In Down syndrome phenomena that occur in particular lead us to question about the basic mechanisms of their social cognition: on the one hand there is a preservation of imitation capabilities and performance in a theory of mind much greater than in children with other developmental disorders such as Autism, and secondly to record changes in more complex situations in the interpretation of social situations and emotion recognition, as well as changes in language that interfere with the theory of mind. Some studies have demonstrated that people with any significant changes in social cognition seem to have a neuro-biological limitation that prevents them to simulate the actions and emotions of others. This has been demonstrated to the neuro-psycho-physiological, verifying that people with changes in social cognition show reduced sensitivity to observe the actions of others, as demonstrated by the absence or decreased level of suppression of the magnitude of frequency band 8- 13Hz (mu rhythms) of electroencephalography in the sensorimotor areas. Such desynchronization of mu rhythm occurs naturally in healthy individuals who do not show changes in social cognition and is profoundly altered in people with severe alterations of their social cognition (as in the case of autism). As mentioned above, it is unknown whether the mechanism for mirroring the actions of others, considered as a basic mechanism of social cognition may be affected in people with Down syndrome. Accordingly, we are as subject, the analysis of psycho-physiologic functions in Down Syndrome and its relation to the social cognition and Theory of Mind and main objectives: to deepen the knowledge of the mechanisms of SC and Down Syndrome in Theory of Mind; examine how the responses occurring suppression of the rhythms mu in Down Syndrome conditions for observing the actions of IV others and to infer about the functioning of the mirror neurons in people with Down syndrome. We note that there is suppression of mu rhythm in observing the actions of other people with Down syndrome, suggesting a relative preservation of the functioning of mirror neurons and the basic mechanisms of social cognition. These results run counter to studies that indicate the integrity of the Down syndrome capacity for imitation. We also found that no significant differences in the presence of the deletion mu rhythms between the groups of Down syndrome and control over the conditions used in research.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/695
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Terapia Ocupacional

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_VitorSilva_2010.pdf747,23 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.