Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/6851
Título: Intervenção centrada no brincar: um estudo de caso em criança institucionalizada
Autor: Ferreira, Mónica Liliana Costa
Orientador: Santos, Miguel Augusto
Palavras-chave: Institucionalização
Institutionalization
Risco
Intervenção centrada no brincar
Incapacidade
Risk
Play-Based Intervention
Disability
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Educação
Resumo: Dentro dos vários processos de Intervenção Precoce, elegemos o brincar, enquanto ato sempre presente na criança. Na revisão de literatura verifica-se uma quase inexistência de estudos de Intervenções centradas no jogo em crianças institucionalizadas desde os 0 anos. Assim, partimos de duas questões fulcrais: quais os riscos associados à institucionalização prolongada e precoce, e de que modo o jogo e o brincar potenciam o desenvolvimento e a aprendizagem da criança em risco biológico e sociocultural. O presente estudo tem como objetivo promover, através de um estudo de caso, a relação do lúdico com o desenvolvimento e a aprendizagem, imprescindíveis numa criança em situação de institucionalização. Partimos da problemática da institucionalização infantil, expondo os diversos trabalhos apresentados pela revisão bibliográfica relativamente aos riscos associados à condição de institucionalização. Os diversos estudos sublinham que, efetivamente, não será a única solução para as crianças em risco, apontando para a legislação atual que prevê o acolhimento familiar como solução viável e mais ajustada às necessidades das crianças. Apresentamos ainda a teoria do desenvolvimento de Vygotsky como fundamento teórico-prático deste trabalho de intervenção centrada no brincar.
Within the various processes of early intervention, we chose play, which is always present in child´s act. In the literature review there aren´t almost any studies of interventions focused on the game institutionalized children from 0 years. So, we start with two key questions: what are the risks associated with prolonged and premature institutionalization, and how does play and game enhance the development and learning of children in biological and sociocultural risk. The present study aims to promote, through a case study, the relation of playfulness with the development and learning, essential in a institutionalized child. We leave the issue of institutionalization child, exposing the various papers presented by the literature review regarding the risks associated with the condition of institutionalization. Several studies point out that, actually, it may not be the only solution for children at risk, pointing to the current legislation that provides foster care as a viable and most suited to children's needs solution. We also present the development theory of Vygotsky as a theoretical and practical foundation of this intervention work focused on playing.
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/6851
Designação: MESTRADO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL: MULTIDEFICIÊNCIA E PROBLEMAS DE COGNIÇÃO
Aparece nas colecções:ESE - DPRM - Educação Especial: Multideficiência e Problemas de Cognição

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_MonicaLilianaFerreira_2014.pdf2,67 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.