Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/6838
Título: Digital storytelling: student ID in higher education
Outros títulos: Narrativas digitais na expressão do Eu do aluno do ensino superior
Autor: Ribeiro, Sandra
Palavras-chave: Multimédia em educação
Comunicação multimédia
Ensino superior
Identidade (Psicologia)
Competência pedagógica
Desenvolvimento cognitivo
Relações interpessoais
Data de Defesa: Jul-2014
Resumo: Identity achievement is related to personality, as well as cognitive and interpersonal development. In tandem with the deep structural changes that have taken place in society, education must also shift towards a teaching approach focused on learning and the overall development of the student. The integration of technology may be the drive to foster the needed changes. We draw on the literature of multiple subject areas as basis for our work, namely: identity construction and self-representation, within a psychological and social standpoint; Higher Education (HE) in Portugal after Bologna, college student development and other intrinsic relationships, namely the role of emotions and interpersonal relationships in the learning process; the technological evolution of storytelling towards Digital Storytelling (DS) – the Californian model – and its connections to identity and education. Ultimately we propose DS as the aggregator capable of humanizing HE while developing essential skills and competences. Grounded on an interpretative/constructivist paradigm, we implemented a qualitative case study to explore DS in HE. In three attempts to collect student data, we gathered detailed observation notes from two Story Circles; twelve student written reflections; fourteen Digital Stories and detailed observation notes from one Story Show. We carried out three focus groups with teachers where we discussed their perceptions of each student prior to and after watching the Digital Stories, in addition to their opinion on DS in HE as a teaching and learning method and its influence on interpersonal relationships. We sought understandings of the integration of DS to analyze student selfperception and self-representation in HE contexts and intersected our findings with teachers’ perceptions of their students. We compared teachers’ and students’ perspectives, through the analysis of data collected throughout the DS process – Story Circle, Story Creation and Story Show – and triangulated that information with the students’ personal reflections and teacher perceptions. Finally we questioned if and how DS may influence teachers’ perceptions of students. We found participants to be the ultimate gatekeepers in our study. Very few students and teachers voluntarily came forth to take part in the study, confirming the challenge remains in getting participants to see the value and understand the academic rigor of DS. Despite this reluctance, DS proved to be an asset for teachers and students directly and indirectly involved in the study. DS challenges HE contexts, namely teacher established perception of students; student’s own expectations regarding learning in HE; the emotional realm, the private vs. public dichotomy and the shift in educational roles.
A identidade está relacionada com a personalidade assim como com desenvolvimento cognitivo e interpessoal. Com as profundas mudanças estruturais que ocorrem na sociedade, a educação vê-se confrontada com um novo paradigma, onde se prima por uma abordagem centrada na aprendizagem e no desenvolvimento global do aluno. A integração da tecnologia pode ser impulsionadora das mudanças necessárias. Baseamos a nossa investigação na literatura de várias áreas de estudo, a saber: a construção da identidade e auto-representação, numa perspetiva psicológica e social; o Ensino Superior (ES) em Portugal e as mudanças advindas do Processo de Bolonha; o desenvolvimento do aluno universitário e outras relações intrínsecas, nomeadamente, o papel das emoções e relações interpessoais no processo de aprendizagem; e a evolução tecnológica que permitiu a evolução storytelling para Digital Storytelling (DS) – o modelo Californiano – e as ligações com a identidade e educação. Em última análise, propomos o DS como elemento agregador, capaz de humanizar o ES aquando do desenvolvimento de aptidões e competências dos alunos. Partindo de um paradigma interpretativo/construtivista, implementámos um estudo de caso qualitativo para explorar o DS no ES. Nas três tentativas de recolher dados junto dos alunos, reunimos notas de campo, doze reflexões escritas pelos alunos, e catorze histórias digitais. Realizámos três grupos de discussão (focus groups) com professores, com os quais discutimos as suas percepções em relação a cada aluno antes e depois de verem as histórias digitais. Discutimos ainda o DS no ES, como um método de ensino e aprendizagem e a sua influência nas relações interpessoais. Procurámos compreender a integração do DS para analisar as auto-percepções e autorepresentação dos estudantes no ES e cruzámos os resultados com as percepções dos professores. Concluímos que os participantes são as peças chave do estudo. Poucos alunos e professores participaram voluntariamente, confirmando que o desafio persiste, que há percepções erradas no que concerne o valor e o rigor académico no processo de DS. Apesar desta relutância, o DS provou ser uma mais-valia para professores e alunos, directa e indirectamente envolvidos no estudo. DS desafia os contextos de ES: a percepção que o professor tem do aluno; as próprias expectativas do aluno em relação à aprendizagem no ES; o papel da emoção, a dicotomia privado versus público e a mudança nos papéis exigidos quer a professores, quer a alunos.
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/6838
Aparece nas colecções:ISCAP - LC - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Full thesis download.rtf389 BRTFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.