Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/6825
Título: Uma perspectiva foucaudiana na auditoria à avaliação de desempenho na administração pública
Autor: Lopes, Maria Alice Correia
Orientador: Silva, Amélia Cristina Ferreira da
Palavras-chave: Auditoria
Data de Defesa: 2013
Resumo: Motivation: Auditing is not merely a collection of technical tasks but also a programmatic idea circulating in organizational environment, an idea which promises a certain style of control and organizational transparency (Power, 1998, p. 122) Performance appraisal within public organization aims to promote this organizational transparency and promote learning and improvement process both for employees and for the organization. However, we suggest that behind its clear intentions, there are some other goals tied to performance appraisal that could be seen as components of a discipline and surveillance systems to make the employee “knowable, calculable and administrative object” (Miller and Rose, 1990, p. 5). Objective: In Portuguese public organizations, performance appraisal follows the SIADAP (Performance Appraisal Systems for Public Administration). The objective of this study is to capture whatever employees of public organizations (appraisers and appraisee) perceived the performance appraisal system (SIADAP) as an appraisal model that promotes equity, learning and improvement or just as an instrument of control to which they feel dominated and watched over. Method: We developed an in-depth qualitative case study using semi-structured interviews with appraisers and their subordinates in the administrative department of a university institute of Medicine. The discourse of the participants was theoretically analyzed based on Foucauldian framework. Prior to qualitative data collection, we collected quantitative data, with a questionnaire, to measure the (un)satisfaction of employees with the all appraisal system. Findings: Although some key points of Foucault perspective were identified, its framework revealed some limitations to capture the all complexity of performance appraisal. Qualitative data revealed a significant tendency in discourses of appraisers and their subordinates considering SIADAP as an instrument that’s aims to introduced political rationalities and limits to the employer’s promotions within their careers. Contribution: This study brings a critical perspectives and new insights about performance appraisals in Portuguese’s public administrations. It is original contribution to management of human recourses in public administration and primary to audit of performance appraisal systems.
Resumo Mtivação: A auditoria não é apenas um conjunto de procedimentos técnicos, mas também uma ideia programática circulando no ambiente organizacional, uma ideia que promete um certo estilo de controlo e transparência organizacional (Power, 1998, p 122). A avaliação de desempenho na organização pública tem como objetivo promover esta transparência organizacional e promover o processo de aprendizagem e aperfeiçoamento, tanto para os empregados como para a organização. Neste trabalho nós sugerimos que por trás destas intenções de primeira linha, há alguns outros objetivos ligados à avaliação de desempenho que podem ser vistos como componentes de um sistema disciplinar e vigilância que pretende transformar os empregados em "objetos decifráveis, mensuráreis, e administrável" (Miller e Rose, 1990, p. 5). Objetivo: Nas organizações públicas portuguesas, avaliação de desempenho segue o SIADAP (Sistema de Avaliação de Desempenho da Administração Pública). O objetivo deste estudo é o de captar o modo como os funcionários de organizações públicas (avaliadores e avaliados) perceberam o sistema de avaliação de desempenho (SIADAP), como um modelo de avaliação que promove a equidade, a aprendizagem e a melhoria ou apenas como um instrumento de controlo relativamente ao qual se sentam dominados e vigiados. Método: Foi desenvolvido um estudo de caso qualitativo por meio de entrevistas semiestruturadas com os avaliadores e os seus subordinados no departamento administrativo de um instituto universitário de Medicina. O discurso dos participantes foi teoricamente analisado com base no quadro de análise Foucauldiano. Antes do estudo qualitativo, foram recolhidos dados, através de um questionário, para conhecer o nível de (in) satisfação dos empregados com todo o sistema de avaliação. Resultados: Embora tenham sido identificados alguns pontos-chave da perspectiva de Foucault, seu quadro revelado algumas limitações para capturar a complexidade de todos de avaliação de desempenho. Os dados qualitativos mostraram uma tendência significativa nos discursos de avaliadores e seus subordinados considerando SIADAP como um instrumento que visa introduzir racionalidades politicas e limites na progressão nas carreiras dos empregados. Contribuição: Este estudo traz uma perspectiva crítica e uma nova percepção sobre a avaliação do desempenho na administração pública portuguesa. É uma contribuição original para a gestão de recursos humanos na administração pública e principalmente para a auditoria aos sistemas de avaliação de desempenho.
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/6825
Aparece nas colecções:ISCAP - DM - Auditoria

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_MariaLopes_2013.pdf3,37 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.