Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/6645
Título: Desatando os nós da solidão com laços de afeto: Intervenção psicossocial em contexto domiciliário
Autor: Silva, Lisett Gomes da
Orientador: Barros, Sílvia
Palavras-chave: Processo de envelhecimento
relação de ajuda
solidão
qualidade de vida
process of aging
helping relationship
loneliness
quality of life
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Educação
Resumo: Apesar de haver diferenças de indivíduo para indivíduo, todas as pessoas se encontram num processo de envelhecimento, que se pretende que seja ativo e saudável. Porém, à medida que nos aproximamos da velhice, e por inúmeros fatores, a probabilidade da pessoa se sentir só, de ter sentimentos como a solidão, de estar isolada ou socialmente excluída, aumenta. Este relatório surge de um projeto desenhado e desenvolvido com pessoas que se sentiam sozinhas, sendo pessoas idosas ou com deficiência, e que, por esse motivo, foram encaminhadas para apoio domiciliário. Pretendeu-se assim colmatar algumas das necessidades quotidianas dessas pessoas, sendo relevante entender se esse apoio contribuiu para melhorar a qualidade de vida, evitar ou diminuir os momentos e sentimentos de solidão, através da (re)ativação de redes de apoio. O projeto “Desatando os nós da solidão com laços de afeto” foi, na medida das suas possibilidades, desenhado e desenvolvido com os participantes. Este projeto ramificou-se em três subprojetos, correspondendo cada um, de forma mais específica, às necessidades e aos problemas que cada pessoa sentia, tentando contribuir para a melhoria da qualidade de vida, recorrendo às potencialidades de cada um e aos recursos existentes na comunidade. É um projeto que terá continuidade, pois envolveu voluntários e técnicos da instituição e pessoas das redes de apoio mais próximas dos participantes, mas que já proporcionou algumas mudanças, sendo esse um ponto de partida para alcançar a utopia orientadora do projeto.
Despite the differences from individual to individual, all people are in a process of aging, which is intended to be active and healthy. But as we approach old age, and by numerous factors, the probability of the person to feel alone, to have feelings like loneliness, of being isolated or socially excluded, increases. This report results from a project designed and developed with people who felt alone, being elderly or having a disability, and who, therefore, were referred to home-base care. With this intervention, it was intended to respond to some of the daily needs of these people, being now relevant to understand if this support contributed to improve their quality of life, to prevent or reduce feelings or moments of loneliness through the (re) activation of support networks. The project "Untying knots of solitude with bonds of affection" was the extent of its possibilities, designed and developed with the participants. This project has branched into three subprojects, each corresponding, more specifically, to the needs and problems that each person felt, trying to contribute to the improvement of quality of life using the potential of each one and the existing resources in the community. This project will continue to be developed, because it involved volunteers and technicians of the institution, and people from the closest support networks of participants. However, it has already provided some changes, which are a starting point to reach the utopia guiding the project.
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/6645
Designação: Mestre Educação e intervenção social, especialização em acção psicossocial em contextos de risco
Aparece nas colecções:ESE - DPRM - Educação e Intervenção Social - Especialização em Ação Psicossocial em Contexto de Risco

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_SilvaLisett_2014.pdf5,99 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.