Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/6562
Título: O papel das agências de rating e a dívida pública portuguesa
Outros títulos: evolução e tendência
Autor: Freire, Ana Filipa Fartote
Orientador: Pereira, Adalmiro Álvaro Malheiro de Castro Andrade
Palavras-chave: Dívida soberana
Crise subprime
Rating
Agências de rating
Sovereign debt
Subprime crisis
Rating credit agencies
Data de Defesa: 2015
Resumo: Durante as últimas décadas observou-se o crescimento da importância das avaliações fornecidas pelas agências de rating, sendo este um fator decisivo na tomada de decisão dos investidores. Também os emitentes de dívida são largamente afetados pelas alterações das classificações atribuídas por estas agências. Esta investigação pretende, por um lado, compreender se estas agências têm poder para conseguirem influenciar a evolução da dívida pública e qual o seu papel no mercado financeiro. Por outro, pretende compreender quais os fatores determinantes da dívida pública portuguesa, bem como a realização de uma análise por percentis com o objetivo de lhe atribuir um rating. Para a análise dos fatores que poderão influenciar a dívida pública, a metodologia utilizada é uma regressão linear múltipla estimada através do Método dos Mínimos Quadrados (Ordinary Least Squares – OLS), em que num cenário inicial era composta por onze variáveis independentes, sendo a dívida pública a variável dependente, para um período compreendido entre 1996 e 2013. Foram realizados vários testes ao modelo inicial, com o objetivo de encontrar um modelo que fosse o mais explicativo possível. Conseguimos ainda identificar uma relação inversa entre o rating atribuído por estas agências e a evolução da dívida pública, no sentido em que para períodos em que o rating desce, o crescimento da dívida é mais acentuado. Não nos foi, no entanto, possível atribuir um rating à dívida pública através de uma análise de percentis.
During the last decades there has been noted the growing importance of the assessments provided by the credit rating agencies, becoming a decisive factor on investors’ decision-making. Also, the debt issuers are largely affected by the changes given by these agencies. This research seeks, on one hand, to understand if these agencies have the power to influence the evolution of public debt, and its importance in the financial market. On the other hand it intends to understand which are the Portuguese public debt determinants, as well as making an analysis by percentiles in order to assign a rating. For the analysis of the determinants that may influence public debt, the methodology used is a multiple linear regression estimated by the method of Ordinary Least Squares (OLS), that in an initial model it had eleven independent variables, and public debt as the dependent variable, for a period between 1996 and 2013. Several tests were made to the initial model, with the goal of achieving a model the most explanatory as possible. We were able to identify an inverse relation between the rating assigned by these agencies and the evolution of Portuguese public debt, meaning that for periods where the rating falls, the debt growth is stronger. It wasn’t possible to assign a rating to public debt by the percentiles’ analysis.
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/6562
Designação: Mestrado em Contabilidade e Finanças
Aparece nas colecções:ISCAP - DM - Contabilidade e Finanças

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_AnaFreire_2015.pdfDissertação de Mestrado1,55 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.