Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/6375
Título: Bases de Dados NoSQL
Autor: Cardoso, Ricardo Manuel Fonseca
Orientador: Sousa, Paulo Alexandre Gandra de
Palavras-chave: NoSQL
Modelo Relacional
Bases de dados
BigData
Distribuição
Relational Model
Databases
Distribution
Data de Defesa: 2012
Resumo: Com o advento da invenção do modelo relacional em 1970 por E.F.Codd, a forma como a informação era gerida numa base de dados foi totalmente revolucionada. Migrou‐se de sistemas hierárquicos baseados em ficheiros para uma base de dados relacional com tabelas relações e registos que simplificou em muito a gestão da informação e levou muitas empresas a adotarem este modelo. O que E.F.Codd não previu foi o facto de que cada vez mais a informação que uma base de dados teria de armazenar fosse de proporções gigantescas, nem que as solicitações às bases de dados fossem da mesma ordem. Tudo isto veio a acontecer com a difusão da internet que veio ligar todas as pessoas de qualquer parte do mundo que tivessem um computador. Com o número de adesões à internet a crescer, o número de sites que nela eram criados também cresceu (e ainda cresce exponencialmente). Os motores de busca que antigamente indexavam alguns sites por dia, atualmente indexam uns milhões de sites por segundo e, mais recentemente as redes sociais também estão a lidar com quantidades gigantescas de informação. Tanto os motores de busca como as redes sociais chegaram à conclusão que uma base de dados relacional não chega para gerir a enorme quantidade de informação que ambos produzem e como tal, foi necessário encontrar uma solução. Essa solução é NoSQL e é o assunto que esta tese vai tratar. O presente documento visa definir e apresentar o problema que as bases de dados relacionais têm quando lidam com grandes volumes de dados, introduzir os limites do modelo relacional que só até há bem pouco tempo começaram a ser evidenciados com o surgimento de movimentos, como o BigData, com o crescente número de sites que surgem por dia e com o elevado número de utilizadores das redes sociais. Será também ilustrada a solução adotada até ao momento pelos grandes consumidores de dados de elevado volume, como o Google e o Facebook, enunciando as suas características vantagens, desvantagens e os demais conceitos ligados ao modelo NoSQL. A presente tese tenciona ainda demonstrar que o modelo NoSQL é uma realidade usada em algumas empresas e quais as principias mudanças a nível programático e as boas práticas delas resultantes que o modelo NoSQL traz. Por fim esta tese termina com a explicação de que NoSQL é uma forma de implementar a persistência de uma aplicação que se inclui no novo modelo de persistência da informação.
With the upcoming of the relation model, by E.F.Codd in 1970, the method of information management was totally revolutionized. The file base hierarchical systems were migrated to a relational database with tables, relationships and records that simplified a lot of information management and lead many corporations to use this model. What E.F.Codd does not foreseen, was the fact the information that a database would handle would be in gigantic proportions, neither that the number of requests made to the database would be in the same proportions. All of this becomes a reality when the internet arrived and connected all people from any part of the world that owns a computer. With the number of internet users always growing, the number of websites hosted in the internet also grew and it still grows. Then, the search engines that in the old days only indexed a few sites per day nowadays index a few millions by hour, later on the so called social networks also see themselves dealing with enormous quantities of information. At that point, search engines and also social networks concluded that a relational database wasn’t enough to manage the huge information that both have so, it was imperative to find a solution and that solution was NoSQL that is the main matter of this thesis. The present document defines and presents the problem that relational databases have when dealing with huge data volumes. Announces the limits of the relational model that only now started to appear with the rising movements such as the BigData, the growing number of sites that are created daily and the continuously increasing number of social networks users. This thesis also shows the adopted solution until now by companies that deal with a lot of information, like Google and Facebook, explaining its characteristics, advantages, disadvantages and all the other concepts that the NoSQL model brings along. The present document also illustrates that NoSQL is a reality used in some corporations and the main changes from a programmatically view that come with the NoSQL model and the resulting good practices. Finally this thesis ends explaining that NoSQL is a way of implementing an application’s persistence that will be included in the next persistence model.
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/6375
Designação: Mestrado em Engenharia Informática - Área de Especialização em Arquiteturas Sistemas e Redes
Aparece nas colecções:ISEP - DM – Engenharia Informática

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_RicardoCardoso_2012_MEI.pdf2,13 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.