Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/6259
Título: Impacto da redução de impostos sobre o trabalho, capital e consumo no crescimento económico da União Europeia dos 15
Outros títulos: The impact of tax reduction on labor, capital and consumption in EU15’s economic growth
Autor: Castro, Conceição
Palavras-chave: Política fiscal
Taxas efectivas de impostos sobre o trabalho
Capital e Consumo
Crescimento económico
Fiscal policy
Effective tax rates on labour
Capital and consumption
Economic growth
Data: 2011
Editora: ISCTE-IUL Business School
Citação: CASTRO, Conceição. Impacto da redução de impostos sobre o trabalho, capital e consumo no crescimento económico da União Europeia dos 15. Economia Global e Gestão [online]. 2011, vol.16, n.3 [citado 0000-00-00], pp. 47-73 . Disponível em: <http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442011000300004&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 0873-7444.
Resumo: Este artigo tem por objectivo averiguar se uma redução nos impostos sobre o trabalho, capital e consumo poderão afectar permanentemente o crescimento económico, validando o paradigma do crescimento endógeno ou, se pelo contrário, afectam apenas o nível de output (teoria do crescimento exógeno). Recorrendo às taxas efectivas de impostos sobre as funções económicas estimadas por Martinez-Mongay (2000) e à estimação de modelos dinâmicos de séries temporais, que permitem estudar os efeitos de curto e de longo prazo, os resultados obtidos para 14 Estados-Membros da União Europeia dos 15, no período 1970-2000, sugerem a validação do paradigma de crescimento endógeno. Em particular, a redução dos impostos sobre o trabalho e o capital poderia estimular o crescimento económico de longo prazo.
This article aims to investigate whether a reduction in taxes on labor, capital and consumption can permanently affect economic growth, validating the endogenous growth model or, by contrast, affect only the level of output (exogenous growth theory). Using the effective tax rates by economic functions, estimated by Martinez-Mongay (2000) on a time-series dynamic model, which allow studying short and long term effects, the results for 14 Member States of the EU15, in the period 1970-2000, seem to be consistent with the endogenous growth paradigm. In particular, cuts in labor and capital taxes could stimulate long-run growth.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/6259
ISSN: 0873-7444
Versão do Editor: http://www.scielo.gpeari.mctes.pt/scielo.php?pid=S0873-74442011000300004&script=sci_arttext
Aparece nas colecções:ESEIG - CGE - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ART_ConceicaoCastro_2011_1.pdf1,24 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.