Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/5655
Título: O efeito da aplicação da Estimulação Elétrica Funcional na reabilitação em adultos com lesão medular completa. Revisão Sistemática
Autor: Baptista, Priscília
Orientador: Lopes, Alexandre
Palavras-chave: lesão medular completa;
estimulação elétrica funcional
randomized controlled trials
randomized controlled trials
revisão sistemática
complete spinal cord injury
functional electrical
stimulation
randomized
controlled trials
systematic review
Data de Defesa: Out-2014
Resumo: Introdução: A Lesão Medular (LM) é um dos mais devastadores e traumáticos eventos que um Ser Humano pode vivenciar do ponto de vista clínico e emocional, demonstrando-se fundamental a disponibilização de recursos específicos para que o indivíduo possa enfrentar e gerir a sua nova realidade da melhor maneira possível. Alguns estudos têm vindo a demonstrar os benefícios de programas de reabilitação com estimulação elétrica funcional (EEF). Portanto, é de importante relevância perceber os reais efeitos da intervenção na recuperação de indivíduos com este diagnóstico. Objetivo: Analisar as evidências de abordagens de aplicação de correntes de estimulação elétrica funcional (EEF) para coadjuvar na reabilitação em adultos com lesão medular completa. Métodos: Foi conduzida uma pesquisa dos artigos preferencialmente estudos randomized controlled trials RCT´s e estudos quasi-experimentais com os mesmos participantes foram admitidos complementarmente aos experimentais compreendidos entre 2004 e 2013, bem como as citações e as referências bibliográficas de cada estudo nas principais bases de dados de ciências da saúde (Elsevier – Science Direct, Highwire Press, PEDro, PubMed, Scielo Portugal, Clinical Key, B-on, Biomed Central, LILACS- Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde) com as palavras-chave: “spinal cord injuries”, “rehabilitation, electric stimulation funtional”, “FES”, “therapy” em todas as combinações possíveis. Os estudos RCT’s foram analisados independentemente por dois revisores quanto aos critérios de inclusão e qualidade dos estudos. Resultados: Dos 857 estudos identificados apenas sete foram incluídos. Destes, dois apresentaram um score 3/10, um apresentou 4/10, um apresentou um score 5/10. O score total bem como o preenchimento ou não de cada critério encontram-se detalhados na tabela 1 e organizados por ordem alfabética de autores. Todos os estudos incluíram indivíduos com Lesão Medular Completa, idades entre 16 e 68 anos com diagnóstico de acordo com a American Spinal Injury Association (ASIA).Os programas de intervenção dividiram-se em programas de programas de força, densidade mineral óssea, cardiorrespiratório e de atividade física. Dos estudos incluídos, cinco apresentaram melhorias na reabilitação funcional para o grupo experimental, demonstrando assim uma influência positiva da estimulação elétrica funcional em lesões medulares completas. Apenas dois estudos não apresentaram diferenças estatisticamente significativas com relevância clínica. Conclusão: Há uma tendência notória do benefício dos programas com EEF em pacientes com lesões medulares completas parece melhorar a capacidade cardiorrespiratória, a densidade mineral óssea, a força e atividade física, dos indivíduos. Contudo, mais estudos com elevada qualidade metodológica serão essenciais para conceber o real efeito da sua aplicação. Palavras-chave: lesão medular completa; estimulação elétrica funcional, randomized controlled trials, revisão sistemática.
Background: The Spinal Cord Injury (SCI) is one of the most devastating and traumatic events that a Human being can experience clinically and emotionally, is crucial demonstrating the availability of resources specific to the individual to confront and manage their new reality best possible way. Some studies have demonstrated the benefits of rehabilitation programs with functional electrical stimulation (FES). Therefore, it is important to understand the real significance of intervention effects in the recovery of individuals with this diagnosis. Aim: To analyze evidence of approaches to applying currents of functional electrical stimulation (FES) to assist in the rehabilitation of adults with complete spinal cord injury. Methods: We conducted a search of Randomized Controlled Trials (RCT) and quasi-experimental studies, the same participants were admitted to the experimental addition between 2004 and 2013, as well as citations and references of each study in the major databases of health sciences (Elsevier – Science Direct, Highwire Press, PEDro, PubMed, Scielo Portugal, Clinical Key, B-on, Biomed Central, LILACS- Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde) with the keywords: spinal cord injuries, rehabilitation, electric stimulation funtional, FES, therapy in all possible combinations. The RCT studies were analyzed independently by two reviewers regarding the inclusion criteria and methodological quality. Results: Of the 857 studies identified only seven were included. Of these, two had a score 3/10, one 4/10 and one 5/10 using the PEDro scale. All of these studies included individuals with complete spinal cord injury, aged 16 and 68 years diagnosed according to the American Spinal Injury Association (ASIA) .The intervention programs were divided into strength programs, bone mineral density, cardiorespiratory and physical activity. Of the studies included, five showed improvements in functional rehabilitation for the experimental group, thus demonstrating a positive effect of functional electrical stimulation in complete spinal cord injuries. Only two studies showed no statistically significant differences with clinical relevance. Conclusion: There is a noticeable trend of effective programs with FES in patients with complete spinal cord injuries appears to improve cardiorespiratory capacity, bone mineral density, strength and physical activity of individuals. However, more studies with high methodological quality are essential for designing the actual effect of their application.
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/5655
Designação: Mestrado em Fisioterapia
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Fisioterapia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_PriscíliaBaptista_2014.pdf745,5 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.