Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/5568
Título: Práticas de contabilidade e controlo de gestão no setor automóvel
Autor: Gomes, Isabel da Silva Macedo
Orientador: Vale, José António
Silva, Amélia Ferreira da
Palavras-chave: Contabilidade de gestão
Setor automóvel
Teoria institucional
Management accounting
Automotive industry
Institutional theory
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Resumo: A indústria automóvel é um setor altamente competitivo que, ao longo dos tempos, tem sido o berço de filosofias de gestão e de práticas de contabilidade e controlo de gestão inovadoras. Muitas destas práticas são hoje uma referência de gestão em diversos setores de atividade. Este trabalho pretende identificar quais as principais ferramentas de controlo de gestão utilizadas pelas empresas multinacionais a operar, em Portugal, na indústria de montagem automóvel e compreender as grandes motivações que sustentam a decisão de adoção de cada uma dessas ferramentas. Várias são as teorias que concorrem para explicar as motivações dos gestores para a escolha do modelo de contabilidade e controlo de gestão a adotar pela sua organização. Por um lado, algumas assumem a racionalidade do gestor nas suas decisões. A contrario outras renegam essa assunção, assumindo que as suas opções têm por base outros motivos que nada têm que ver com a racionalidade. A Nova Sociologia Institucional interpreta o comportamento das organizações integrando-as no contexto em que estas operam, reconhecendo assim a influência do ambiente e explicando o processo de adoção de práticas, regras e rotinas (instituições) de gestão como um mecanismo de adaptação ao meio e busca de legitimação. Nesta investigação aplicamos como método qualitativo o Estudo de Caso, tendo sido efetuado a comparação de quatro organizações. Os dados foram recolhidos a partir de múltiplas fontes, designadamente: documentos, entrevistas semi-estruturadas e observação. A análise qualitativa dos dados evidencia a existência de práticas isomórficas de contabilidade e controlo de gestão no setor da indústria de montagem automóvel Portuguesa. No entanto, consideramos que serão necessários estudos mais aprofundados e extensivos à casa mãe para compreender a(s) tipologia(s) de isomorfismo e as motivações que estão na base da definição da estrutura dos sistemas de contabilidade e controlo de gestão adotados.
The automotive industry is a highly competitive one. Over time, it has been a source of innovative management philosophies and new practices of management accounting and control. Several of these practices are, nowadays, a reference for management in several other industries. This research aims at identifying the main management control tools used by multinational assembling organizations operating in the Portuguese automotive industry. It also intends to develop comprehension about the main motivations that support the decision to adopt each of these tools. There are several theories that contribute to explain managers´ motivations to select a specific management accounting and control model to their organization. Some suggest that a manager is rational when he takes his decisions. A contrario, others suggest that managers make their choices based on other motives rather than rationalism. The New Institutional Sociology (NIS) makes an interpretation of organizations’ behaviors by integrating them with their operating contexts. Thereby, it recognizes the influence of the environment. The NIS explain the process of adopting management practices, rules and routines (institutions) as a mechanism for adapting the organization to the environment and for searching legitimation. In this research we adopted a qualitative methodology, by conducting a comparative Case Study of four organizations. Data was collected from multiple sources, specifically: documents, semi-structured interviews and observation. The qualitative data analysis suggests evidence of isomorphic practices regarding management accounting and control in the Portuguese automotive assembling industry. However, we consider that further research should be extended to the parent company in order to get new insights about the different types of isomorphism, as well as to comprehend the motivations behind the definition of distinctive management accounting and control systems.
Descrição: Dissertação apresentada para obtenção do Grau de Mestre em Contabilidade e Finanças, sob orientação de: Amélia Ferreira da Silva José António Fernandes Lopes Oliveira Vale
Nota: 17 valores
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/5568
Aparece nas colecções:ISCAP - DM - Contabilidade e Finanças

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_IsabelGomes_2014.pdf746,45 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.