Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/5424
Título: A tradução audiovisual: os desafios da áudio-descrição
Autor: Costa, Ana Margarete
Orientador: Ribeiro, Sandra
Palavras-chave: Pessoa portadora de deficiência
Tradução audiovisual
Áudio-descrição
Inclusão
Inclusion
Audiovisual translation
Audio-description
Impaired people
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Resumo: Sendo esta dissertação parte conclusiva do Mestrado em Tradução e Interpretação Especializadas, o objectivo da escolha deste tema pretende ser uma chamada de atenção para uma realidade: todas as pessoas têm o direito à comunicação e à informação de forma autónoma. A áudio-descrição é uma modalidade de tradução audiovisual ainda pouco conhecida e abordada em Portugal e fomenta a socialização entre os indivíduos, tornando-se relevante e útil para a sociedade. Este trabalho pretende abrir a discussão sobre as diferentes variantes de “olhar”, considerando a áudio-descrição como um recurso de acessibilidade que torna possível a compreensão das informações apreendidas visualmente. No âmbito de várias pesquisas que vêm sendo realizadas, com o fim de analisar aspectos importantes de recepção, de compreensão e de interpretação de resultados de produtos áudio-descritos por indivíduos com deficiência visual, pretende-se desafiar a dimensão formativa desses produtos e identificar as suas contribuições para o seu próprio processo de formação. Partimos para uma pesquisa documental, cujo intuito foi descrever o estado da arte em Portugal e no estrangeiro e fez-se uma abordagem a questões de diversa índole: apresentamos um breve panorama da áudio-descrição a nível mundial, particularizando, depois, a realidade portuguesa, em variadas vertentes. Depois de enquadrarmos a áudio-descrição enquanto modalidade de tradução intersemiótica, com referência a alguns teóricos, analisamos o perfil do áudio-descritor e as barreiras de comunicação enquanto os principais obstáculos a ultrapassar para a participação efectiva das pessoas portadoras de deficiência a vários níveis: social, profissional e cultural. Conclui-se que ao utilizar a áudio-descrição estamos a proporcionar educação e cultura sem discriminação, é este o objectivo. O uso da tecnologia para garantir acessibilidade é duplamente importante: garante o direito à comunicação das pessoas portadoras de deficiência e ensina a sociedade a respeitar a diferença. No entanto, as instituições responsáveis pela formação em áudio-descrição, têm, ainda, um longo caminho a percorrer.
This master’s thesis is the conclusion of the Master in Specialized Translation and Interpretation. The chosen theme attempts to be a call to action to a reality: every people have the right to communication and information in an autonomous way. The audio-description is a kind of intersemiotic translation which is still hardly known and little considered in Portugal. It’s becoming important and useful to the society because it encourages the increase of the human socialization process. This works aims open the discussion about the several ways to “see”. The audio-description is a resource of accessibility which becomes possible to perceive the information obtained visually. Within the scope of the research undertaken, analyzing the important aspects of results reception, comprehension and interpretation of the audio-described products made by impaired people, we aim to challenge the formative dimension of those products as well as to identify their contributions to its own education process. The documental research made attempts to describe the portrait of the audio-description worldwide and then, in Portugal, at several levels. We then frame it as a kind of intersemiotic translation referring to some of the most relevant theorist. We analyze the audio-descriptor profile, as well as the communication barriers, while being the main obstacles to overcome by the impaired people to communicate on several levels: social, professional and cultural. In conclusion, by using audio-description we provide accessible to the impaired people participation but we also give education and culture without discrimination. The use of the technology to grant accessibility is doubly important: it grants the right to impaired people to communicate and at the same time, it teaches the society to respect the difference. However the regarding institutions still have a long path to travel in order to incorporate audio-description in their training programs.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Tradução e Interpretação Especializadas, sob orientação de Doutora Sandra Ribeiro “Esta versão contém as críticas e sugestões dos elementos do júri.”
Nota: 18 valores
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/5424
Aparece nas colecções:ISCAP - DM - Tradução e Interpretação Especializadas

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_AnaMargarete_2014.pdf694,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.