Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/5154
Título: O empreendedorismo social como promotor da integração socioprofissional: um estudo exploratório
Autor: Fagundes, Sandra Cristina Nogueira
Orientador: Bernardino, Susana
Santos, José de Freitas
Palavras-chave: Empreendedorismo social
Recursos
Valor social
Desafios
Social entrepreneurship
Resources
Social value
Challenges
Data de Defesa: 2014
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Resumo: O forte crescimento de necessidades sociais conduziu à emergência de novos de novos modelos para a resolução dos problemas sociais que permanecem sem resposta. O empreendedorismo social, que tem como principal objetivo a criação de valor social de um modo duradouro e sustentável, surge precisamente com o intuito de procurar soluções que ofereçam uma melhoria de vida a camadas da população mais frágeis e desprotegidas, usando métodos de inclusão social. O propósito da investigação foi o de tentar perceber quais as principais dificuldades que as iniciativas de empreendedorismo social em Portugal enfrentam no desenvolvimento das suas atividades. Pretendeu-se desta forma, identificar quais são os principais fatores de bloqueio com que se deparam, para que os possam ultrapassar e se tornem mais bem-sucedidas. Para dar resposta a esta questão de investigação que orientou a dissertação, adotou-se uma metodologia de pesquisa qualitativa, sendo os dados primários recolhidos através de uma entrevista semiestruturada, aos responsáveis dos projetos selecionados para a composição da amostra. O estudo empírico foi sustentado em estudos de caso múltiplos, explorando-se quatro projetos de empreendedorismo social – Cais Recicla, Oficina Agrícola, Semear o Futuro e Centro de Interpretação da Abelha. Os resultados obtidos permitiram identificar quais os principais desafios com que as organizações que atuam no âmbito do empreendedorismo social se deparam. A investigação revelou que estas se confrontam, antes de mais, com dificuldades em obter recursos financeiros de capital privado, pelo que continuam altamente dependentes de recursos financeiros de origem pública. Como consequência apresentam dificuldades em alcançar um modelo de resposta totalmente autossustentável. Enfrentam também problemas quanto à qualificação dos seus recursos humanos, embora estejam conscientes acerca da importância de disporem de pessoas qualificadas. Estas organizações apresentam uma forte missão social, sobrepondo-se a dimensão social e económica. Apesar dos desafios que encontram, estas organizações conseguem criar valor social e criar um impacto social positivo para as suas populações-alvo. Por último, de referir ainda que, a colaboração entre parceiros e os laços de confiança estabelecidos são fundamentais para as organizações que trabalham no campo de ação do empreendedorismo social.
The high increase of social needs originated the appearance of new models to solve social problems that remain without a solution. The social entrepreneurship has, the creation of social value in a lasting and supportive way as his main goal, searching for solutions that offer better life conditions for the poorer and unprotected part of the population, using methods of social inclusion. The purpose of the investigation was to understand the main difficulties that initiatives of social entrepreneurship in Portugal have in the development of their activities. The aim was the identification of the main factors that prevent them to become successful. To answer the investigation question, qualitative research methods had been adopted. The primary data had been collected through a semi structure interview to the persons responsible for the projects select in the sample. The empirical study was supported in multiple studies, exploring 4 projects of social entrepreneurship - Cais Recicla, Oficina Agrícola, Semear o Futuro and the Centro de Interpretação da Abelha. The obtained results allowed the identification of the main challenges faced by the organizations that work in social entrepreneurship. The investigation revealed that they are facing difficulties to obtain financial resources from private capital, and thus, continue highly dependent on funding from public sources. As a result, they face many difficulties in reaching a totally self-sustainable model.. They also have problems related with the qualification of their human resources, although they are conscious about the importance of working with qualified workers. These organizations have a high social mission, and the economic dimension is overlapped by the social one. Besides all challenges, these organizations can create a social value and create a positive social impact to reach the needs of the populations. Finally, the collaboration between partnership and the confidence established between them are necessary for the organizations that work in the area of social entrepreneurship.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentado ao Instituto de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Empreendedorismo e Internacionalização, sob orientação de Dra. Susana Bernardino e Professor Doutor José Freitas Santos
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/5154
Aparece nas colecções:ISCAP - DM- Empreendedorismo e Internacionalização

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_Sandra Fagundes_2014.pdf1,83 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.