Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/5063
Título: Perturbações da voz profissional: da prevalência ao impacto económico
Autor: Martins, Cristiana Maria Lopes
Orientador: Figueiredo, Jorge Ferreira Dias de
Metello, Luís F.
Palavras-chave: Perturbações vocais
Impacto económico
Voz profissional
Prevalência
Prevalence
Economic impact
Professional voice
Vocal disorders
Trastornos de la voz
Prevalencia
Voz Profesional
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Resumo: A voz é um instrumento fundamental no desempenho profissional dos profissionais da voz (PV). Este estudo teve como objectivo avaliar a prevalência de perturbações vocais (PtV) em vários grupos de PV e verificar a sua associação com vários factores de risco existentes, assim como averiguar as repercussões das mesmas no desempenho profissional e o impacto económico associado. Foi realizado um estudo transversal, quantitativo e descritivo numa amostra de 373 PV com uma idade média de 36,4±10 anos, seleccionados pelo método não probabilístico dito “bola de neve”, utilizando um questionário online construído e validado para o estudo. Metade dos PV revelaram apresentar algum tipo de PtV e cerca de 37% apresentaram uma limitação da sua actividade profissional devido às PtV. Os grupos que mostraram maior relevância nestes parâmetros foram o grupo 2 – “Callers” e o grupo 4 – Informadores. As PtV mostraram estar associadas a vários factores instrínsecos, como o género, a existência de um perfil falador e ansioso e a existência de algumas patologias, assim como factores extrínsecos, como o stress e o ruído existente no ambiente laboral. Os resultados obtidos permitem concluir que existiu um maior absentismo (33,2% vs 21,7%) e maior impacto no desempenho profissional dos indivíduos com PtV do que dos indivíduos sem PtV. Estimaram-se custos nacionais por PtV no grupo de profissionais da educação de aproximadamente 4,5 milhões de euros por ano. Parece assim, tornar-se evidente o impacto das PtV nos PV quer ao nível de desempenho do individuo e da entidade empregadora quer nas consequências ao nível da economia do país. Como conclusão deste trabalho considerou-se premente a criação de medidas de saúde ocupacional, de forma a prevenir o desenvolvimento de PtV e, consequentemente, o prejuízo económico e funcional de todas as parte envolvidas neste processo.
Voice is the key instrument in the professional performance of professional voice users (PVU). Present study aimed to assess the prevalence of voice disorders (VD) in several groups of PV and to verify its association with multiple risk factors, as well as to determine the impact of VD in professional performance and its related economic impact. A cross-sectional quantitative and descriptive study was carried in a sample of 373 PV with a mean age of 36.4 ± 10 years, selected by snowball non-probabilistic method and using an online survey designed and validated for this study. Half of all PV revealed some sort of VD and about 37% had a restriction of their professional activity due to VD. The groups that showed the greatest relevance in these parameters were the group 2 – Callers and the group 4 – Informants. VD revealed an association with several intrinsic factors such as gender, a gabbler and anxious profile and the presence of some diseases, as well as extrinsic factors such as stress and a noisy working environment. Subjects with VD had a greater impact on absenteeism (33,2% vs 21,7%) and in professional performance than individuals without VD. National costs of approximately 4.5 million euros per year were estimated for the group of education professionals, considering the impact of VD. It seems that the impact of VD in PVU is becoming clear, either at individual and enterprise’s performance and on economy related consequences. As conclusion of this study it was been considered urgent to define occupational health measures in order to prevent VD and therefore to reduce economic and functional injury of all players involved in this process.
La voz es un instrumento fundamental en la práctica profesional de los profesionales de la voz (PV). Este estudio tuvo como objetivos determinar la prevalencia de trastornos de la voz (TV) en varios grupos de PV y verificar su asociación con factores de riesgo, así como evaluar el impacto del desempeño laboral y el impacto económico asociado. Se realizó un estudio transversal cuantitativo y descriptivo, de una muestra de 373 PV con una media de edad de 36,4 ± 10 años, seleccionados por el método no probabilístico dicho "bola de nieve", utilizando un cuestionario online elaborado y validado para el estudio. La mitad de los PV han demostrado algún tipo de TV y aproximadamente el 37% tenía una limitación de su trabajo debido al TV. Los grupos que mostraron mayor relevancia en estos parámetros fueron el grupo 2 -"Callers" y el grupo 4 - Informantes. Los TV demostraron estar asociados con factores intrínsecos diversos como el género, la existencia de un perfil conversador y ansioso, o la existencia de determinadas patologías, así como factores extrínsecos como el estrés y el ruido en el ambiente de trabajo. Hubo un mayor absentismo (33,2% vs 21,7%) y un impacto más alto en el desempeño laboral de los individuos con TV que en aquéllos sin TV. Se estimaron los costos nacionales con TV en el grupo de profesionales de la educación de aproximadamente 4,5 millones de euros por año. Parece evidente el impacto de los TV en el desempeño de los PV tanto a nivel individual y del empleador como o en las consecuencias económicas relacionadas. Como conclusión de este estudio se consideró importante el establecimiento de medidas de salud ocupacional a fin de prevenir el desarrollo de TV y así reducir el perjuicio económico y funcional de todas las partes implicadas en este proceso.
Descrição: Dissertação apresentada à Associação de Politécnicos do Norte para obtenção do Grau de Mestre em Gestão das Organizações, Ramo de Gestão de Empresas Orientação: Prof. Doutor Jorge Ferreira Dias de Figueiredo Co-Orientação: Mestre Luís Francisco de Oliveira Marques Metello
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/5063
Aparece nas colecções:ISCAP - DM - Gestão das Organizações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_Cristiana_Martins_2012.pdf2,12 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.