Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/4837
Título: Causas de incêndios florestais em Portugal continental. Análise estatística da investigação efetuada no último quindénio (1996 a 2010)
Autor: Lourenço, Luciano
Fernandes, Sofia
Bento-Gonçalves, António
Meira Castro, A C
Nunes, Adélia
Vieira, António
Palavras-chave: Incêndios florestais
Ocorrências
Causalidade
Área ardida
Data: 2012
Editora: Departamento de Geografia - Centro de Estudos em Geografia e Ordenamento do Território – Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
Relatório da Série N.º: Cadernos de Geografia; Nº 30-31
Resumo: Ao longo dos últimos anos, Portugal não tem conseguido travar os incêndios florestais, tanto no que diz respeito número de ocorrências como no que se refere à dimensão das áreas ardidas, sobretudo durante o período estival, quando dominam temperaturas elevadas e a dessecação dos combustíveis gera um ambiente propício à propagação dos incêndios, cuja ignição, em mais de 90% dos casos, tem origem em atos humanos, negligentes e intencionais. Com o objetivo de melhor compreender a origem destes incêndios florestais, o presente estudo visa analisar as causas responsáveis pela ignição dos incêndios florestais em Portugal e acompanhar o modo como elas foram evoluindo, quer ao longo do tempo, quer em termos da sua distribuição espacial, no período compreendido entre 1996 e 2010.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/4837
ISSN: 0871-1623
Versão do Editor: http://www.uc.pt/fluc/depgeo/Cadernos_Geografia/Numeros_publicados/CadGeo30_31/Eixo1_3
Aparece nas colecções:ISEP – DMA – Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ART_LucianoLourenco_2012_DMA.pdfART_AMC_20121,29 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.