Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/4634
Título: Afetação de recursos em sistemas de produção
Autor: Santos, André Borges Guimarães Serra e
Orientador: Madureira, Ana Maria
Palavras-chave: Escalonamento
Makespan
Máquinas diferentes em paralelo
OMCT
Suffrage one
Scheduling
Unrelated parallel machines
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Resumo: O problema do escalonamento, por ser um dos factores fundamentais na tomada de decisão para uma boa gestão das operações, tem sido alvo de um amplo estudo, tanto na sua componente teórica como na sua componente prática. A importância de um escalonamento correto das operações é preponderante, quando as pequenas diferenças, em termos de tempos de produção, podem ter um grande impacto na competitividade da organização. Em muitas unidades produtivas, existem máquinas capazes de realizar as mesmas operações com diferentes desempenhos. Isto pode dever-se à necessidade de flexibilizar os recursos ou mesmo a uma atualização da capacidade produtiva. Embora os problemas de máquinas diferentes em paralelo tenham sido alvo de um vasto estudo, muitos deles não são passíveis de ser resolvidos através de métodos exatos. O problema de minimização do makespan (Rm||Cmax), é NP-hard, sendo habitualmente abordado através de heurísticas. Entre as heurísticas utilizadas em problemas de minimização do makespan em máquinas diferentes em paralelo, é possível identificar duas filosofias de afectação: a que utiliza os tempos de processamento para alocar as tarefas e a que utiliza as datas de conclusão. Nesta dissertação, pretende-se dar uma contribuição para a resolução do problema de afectação de recursos em sistemas de produção. Para tal, foram propostas as heurísticas OMTC 3 e Suffrage One. A contribuição consiste na proposta de versões híbridas e modificadas das heurística MCT e Suffrage, uma vez identificadas várias características que podem limitar o seu desempenho, como o facto da heurística MCT alocar as tarefas numa ordem aleatória ou a heurística Suffrage alocar mais que uma tarefa por iteração. Finalmente, procedeu-se à realização de testes computacionais, para avaliar o desempenho das heurísticas propostas. Os testes realizados permitiram concluir que a heurística OMTC 3 apresentou um melhor desempenho que a heurística MCT.
Schedule problems, both theoretical or real, have been researched extensively . The correct schedule of operations is fundamental when a small difference in processing times can have a major impact on the competiveness of an organization. In several production units there are similar machines with different performance capabilities. Scheduling problems in parallel machines have been deeply studied and many are too complex to be solved exactly. The unrelated parallel machines makespan minimization problem (Rm||Cmax) is NP-hard and is usually solved using heuristics. Between the heuristics used in unrelated parallel machines makespan minimization problems, there are two different approaches. Those that use the processing time to allocate tasks and those that use the completion time. This dissertation objective is to contribute to the resolution of resources allocation problems in production systems. Two new heuristics are proposed, OMCT 3 e Suffrage One, based on the performance limitation of the MCT and Suffrage heuristics. The first allocates tasks in random order while the second allocates several tasks in one iterations. The two proposed heuristics were evaluated in the computational study. The OMCT 3 heuristic had a better performance than the MCT heuristic in the computational study.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/4634
Aparece nas colecções:ISEP - DM – Engenharia Electrotécnica e de Computadores

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_AndreSantos_2013_MEEC.pdf3,2 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.