Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/4558
Título: As PPP e os processos tradicionais de contratação pura: vantagens e desvantagens
Autor: Campos, Adriano João Cravo
Orientador: Faria, José Pinto
Palavras-chave: Parceria público privada
Contratação pública tradicional
Vantagens
Setor privado e público
Public-Private Partnership (PPP)
Traditional Public Procurement
Benefits
Private and public sector
Data de Defesa: 2011
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Resumo: Neste trabalho foi desenvolvido um estudo de dois modelos usados na contratação pública para a execução de um bem ou serviço de utilidade pública. Relativamente às PPP são analisadas de forma a obter respostas a experiências do passado e parâmetros que possam ser melhorados de forma a obter um maior aproveitamento no futuro. Contrapõem-se aqui a “contratação pública tradicional” envolvendo a contratação da construção de uma determinada infraestrutura que será posteriormente explorada pelo próprio Estado, comprometendo-se diretamente com a responsabilidade na prestação do serviço. Na contratação pública em regime de parceria público privada, o Estado têm o papel de regulador do serviço público, isto é, o setor público opta por contratar um serviço a longo prazo, transferindo para o setor privado a responsabilidade de construção e posterior gestão conforme o vínculo previamente definido. Este modelo de cooperação entre as duas partes proporciona adquirir uma forma de gestão incorporando a noção do ciclo de vida do projeto, resultando em benefícios económicos e inovações com interesse para os utilizadores. As parcerias público privadas destacam-se atualmente como um modelo que está a ser alvo de grande debate e controvérsia, como tal neste trabalho é analisado os dois modelos de contratação pública procurando fomentar algumas das mais-valias e desvantagens na procura de avaliar erros ou pontos de melhoria de processos efetuados regularmente.
This work comprises a study of two models used in public procurement for the implementation of a common good or public service. As for the PPP, they are analyzed in order to obtain answers for past experiments and parameters that can be improved in order to obtain better use in the future. There is a contrast here with “traditional procurement contracts” involving the construction of a designated infrastructure which will later be exploited by the state, who will take full responsibility for providing the service. In public procurement under the public private partnership, the state plays a role in regulating the public service, that is, the public sector chooses to hire a long-term service, transferring to the private sector the responsibility for construction and subsequent management according to the previously defined contract. This model of cooperation between the two parties provides the opportunity of a certain type of management which includes the concept of the project´s life cycle, resulting in economic benefits and innovations of interest to users. The public-private partnerships stand out today as a model that is the target of much debate and controversy, so this work analyzes the two models of procurement, thereby seeking to promote some of the gains and disadvantages with a view to evaluating errors or points of improvement in processes carried out regularly.
Descrição: Mestrado em Engenharia Civil – ramo Tecnologia e Gestão das Construções
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/4558
Aparece nas colecções:ISEP - DM – Engenharia Civil

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_AdrianoCampos_2011_MEC.pdf4,16 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.