Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/4521
Título: Validação do questionário de desenvolvimento emocional em adultos – QDE_A
Autor: Silva, Maria do Carmo
Orientador: Galvão, Ana Maria
Pimenta, Rui
Palavras-chave: Desenvolvimento emocional
Processo de validação de escala
Gestão de recursos humanos
Coaching
Desarrollo emocional
Proceso de validación de escala
Gestión de recursos humanos
Emotional development
Process of scale validation
Human resources management
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Instituto Politécnico de Bragança
Instituto Politécnico do Cávado e do Ave
Instituto Politécnico de Viana do Castelo
Resumo: O tema da inteligência emocional tem vindo a ganhar protagonismo no plano pessoal, organizacional e societário. A emocionalidade e a racionalidade devem ser ambas consideradas e valorizadas de forma equilibrada. Este estudo teve como amostra 507 enfermeiros a trabalhar em organizações do ramo da saúde. Estes profissionais têm uma tarefa complexa, uma vez que lidam diariamente com pessoas, que devido à sua situação de saúde fragilizada, estão mais vulneráveis e com o seu estado emocional mais alterado, o que remete para a necessidade de avaliar o desenvolvimento emocional dos mesmos. Definimos como objetivo geral contribuir para um maior conhecimento empírico sobre o desenvolvimento emocional em adultos. Os objetivos específicos são: a tradução e validação do questionário de desenvolvimento emocional em adultos (QDE_A) de Pérez-Escoda, Bisquerra, Filella e Soldevila (2010), adaptado à situação portuguesa, em enfermeiros; e a avaliação do desenvolvimento emocional dos mesmos. No que respeita à metodologia, o estudo é de carácter quantitativo, descritivo, exploratório e inferencial. Numa amostra de 507 enfermeiros, de duas regiões com caraterísticas socioeconómicas distintas, foi aplicado o QDE_A.A validação do mesmo foi concretizada através de uma análise fatorial exploratória e de uma análise fatorial confirmatória (CFA). Como objetivado foi conseguida a validação do QDE_A, tendo sido obtido um modelo constituído por cinco dimensões do desenvolvimento emocional, muito aproximado ao modelo proposto por Goleman (1995), sendo, assim, possível a sua utilização em investigações futuras e em intervenções na área da gestão dos recursos humanos e coaching. Relativamente ao objetivo de estudo, sobre o desenvolvimento emocional dos enfermeiros, verificámos que estes possuem níveis médios a elevados de desenvolvimento emocional global e que, dentro das dimensões, a auto motivação e a gestão das emoções são as mais evidenciadas, tendo em vista o incremento do desenvolvimento da inteligência emocional destes profissionais.
Hoy en día, el tema de la inteligencia emocional ha ganado importancia en el plan personal, organizacional y societario. La emoción y la razón deben ser al mismo tiempo consideradas y valoradas de manera equilibrada. Este estudio tuvo una muestra de 507 enfermeros que trabajan en las organizaciones dedicadas a la salud. Estos profesionales tienen una tarea compleja, una vez que trabajan a diario con personas, que por su salud debilitada, están más vulnerables y con su estado emocional alterado, lo que presupone un desarrollo emocional de estos profesionales. El objetivo general es contribuir un mayor conocimiento empírico sobre el desarrollo emocional de los adultos. Los objetivos específicos son: la traducción y validación de la encuesta sobre desarrollo emocional de adultos (QDE_A) de Pérez-Escoda, Bisquerra, Filella, y Soldevila, (2010), que ha sido traducido y adaptado a la realidad portuguesa, en enfermeros; y la evaluación del desarrollo emocional de dichos enfermeros. Con respecto al método, el estudio tiene carácter cuantitativo, descriptivo, exploratorio y deductivo. En una muestra de 507 enfermeros de dos regiones con características socioeconómicas distintas, fue aplicado el QDE_A. Su validación fue concretizada a través de una análisis factorial exploratoria y de una análisis factorial confirmatoria (CFA). De acuerdo con el objetivo, se logró la validación del QDE_A, que resultó en un modelo de cinco dimensiones de desarrollo emocional muy próximo al modelo propuesto por Goleman (1995), con la posibilidad de utilizarlo en investigaciones futuras en el ámbito de los recursos humanos y coaching. Con relación al objetivo de estudio del desarrollo emocional de los enfermeros, observamos que ellos poseen niveles medios o elevados de desarrollo emocional, y que, dentro de las dimensiones, el auto motivación y la gestión de las emociones son las que más se destacan, con vista al incremento del desarrollo de la inteligencia emocional de estos profesionales.
The issue of emotional intelligence has become important from a personal, organizational and social perspective. Emotion and reason must be both considered and evaluated evenly. This study was based in a sample of 507 nurses that work in health care institutions. They have a hard task because they work day after day with persons that are vulnerable and emotionally stressed as they are sick, so this situation involves an emotional growth of these professionals. The general objective is to contribute to increase the empirical knowledge about the emotional development in adults. The specific objectives are: the translation and validation of the emotional development in adults scale (QDE_A) Perez-Escoda, Bisquerra, Soldevila and Filella (2010), that have been adjusted to portuguese population, in nursing staff; and the study of the emotional development among these professionals. Concerning method, this study is quantitative, descriptive, exploratory and deductive. In a sample of 507 male and female nurses working in two different areas from a social and economic view, it was used QDE_A. Its validation was achieved through two kind of analysis based on facts, one was exploratory and the other was confirmatory (CFA). The aim was succeed, and the validation of QDE_A led to a five dimensions model of emotional development, very similar to the one that Goleman (1995) proposes, which can be used in further investigations in the extent of human resources and coaching. Concerning the object of study, that is the emotional development of nursing staff, we found out that they have medium to high levels, and also self-motivation and emotional management are the qualities most detached, with a view to the development of emotional intelligence in these professionals.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/4521
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Gestão de Organizações / Gestão de Unidades de Saúde

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_MariaSilva_2012.pdf919,12 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.