Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/4356
Título: A relação entre a preparação para a parentalidade no terceiro trimestre de gravidez e os níveis de atividade física das gestantes
Autor: Leite, Mariana
Orientador: Santos, P. C.
Abreu, Sandra
Palavras-chave: Atividade física
Gravidez
Programa de preparação para a parentalidade
Ansiedade
Physical activity
Pregnancy
Preparation programs for parenting
Anxiety
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Resumo: Introdução: A atividade física (AF) parece ter um impacto positivo na saúde física e mental durante a gravidez, nascimento e puerpério, sendo que os programas de preparação para a parentalidade (PPP) poderão ser fundamentais para o seu suporte e estimulação. Objetivos: O objetivo do presente estudo foi avaliar a relação entre a preparação para a parentalidade no 3º trimestre de gravidez e os níveis de AF da gestante. Especificamente pretendeu-se verificar a relação entre as caraterísticas sociodemográficas das gestantes, os níveis de ansiedade e o PPP. Métodos: Efetuou-se um estudo transversal analítico onde se utilizaram duas amostras. Uma constituída por 42 gestantes que frequentaram o PPP no CHTS (GPP) e outra por 41 gestantes do HSJ que não frequentou (GNPP). A cada gestante foi pedido que preenchessem 3 questionários (caraterização sociodemográfica e saúde obstétrica, Questionário de Atividade Física para gestantes-PPAQ e Escala de ansiedade de Zung), administrados, individualmente, por um Fisioterapeuta. Resultados: Não se verificaram diferenças entre os grupos relativamente ao score da AF total (p=0,615), contudo, o GPP apresentou um número superior de gestantes que praticava desporto organizado durante a gravidez (p=0,016) comparativamente ao GNPP. Relativamente à intensidade da AF, verificou-se que o GPP apresentava uma prática maior de AF vigorosa (p=0,023). No que diz respeito ao tipo de AF, o GPP apresentou um número superior de gestantes a praticar AF desportiva (p<0,001) enquanto no GNPP se verificou uma maior AF ocupacional (p=0,002). Relativamente às caraterísticas sociodemográficas verificaram-se diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos relativamente à idade (p<0,001), paridade (p<0,001) e nível educacional (p<0,001). No que respeita aos níveis de ansiedade não se verificaram diferenças estatisticamente significativas entre os grupos (GPP vs GNPP p=0,916). Conclusão: No GPP um maior número de gestantes praticava atividade física desportiva e de intensidade vigorosa. Verificaram-se diferenças entre os dois grupos no que diz respeito à idade, paridade e nível educacional. Não se verificou associação entre o PPP e os níveis de ansiedade durante este período.
Background: Physical activity (PA) seems to have a positive impact in physical and mental health during pregnancy, birth and puerperium, and preparation programs for parenting (PPP) seems to be fundamental for its support and stimulation. Objectives: The aim of this study was to evaluate the relationship between the preparation for parentality in the third trimester and the levels of pregnant PA. The specific objectives were to verify the relationship between the socio-demographic characteristics, anxiety of pregnant women and preparation for parentality. Methods: We conducted a cross sectional study with two samples. The first was made up of a group of 42 pregnant women who attended the PPP in CHTS (GPP), and the second by a group of 41 pregnant women of HSJ who not attended (GNPP). Each one of the samples was asked to complete 3 questionnaires (socio-demographic characterization and obstetric health, Pregnant Physical Activity Questionnaire-PPAQ and Zung Anxiety Scale). These were individually administered by a physical therapist. Results: There were no differences between groups according to total PA score (p=0,615), although the GPP presented a higher number of pregnant women who practiced organized sport during this period (p= 0,016). In relation to the intensity of the PA, it was found that the GPP featured a larger practice of vigorous PA (p=0,023). As regards the type of PA, the GPP has a higher number of pregnant women who practice sports (p<0,001) while in GNPP the occupational PA was greater (p=0,002). According to socio-demographic characteristics, there were statistic significant differences between groups in age (p<0,001), educational level (p<0,001) and parity (p<0,001). Regarding to levels of anxiety there were no statistically significant differences between the two groups (GPP vs GNPP p=0,916). Conclusion: In PPG a largest number of PW practiced sports and PA of vigorous intensity. We observed differences between two groups in age, educational levels and parity. There is no association between PPP and the levels of anxiety during this period.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/4356
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Fisioterapia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_MarianaLeite_2013.pdf334,8 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.