Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/3534
Título: Modelo de competências dos enfermeiros com funções de gestão em Portugal: estudo exploratório
Autor: Augusto, Maria Cristina Bompastor
Orientador: Rodrigues, Ana C.
Palavras-chave: Competências
Enfermeiros com funções de gestão
Identificação de competências
Modelo de competências
Lacunas de competências
Desenvolvimento de competências
Competencies
Nurses with management functions
Competencies model
Competencies identification
Competencies gaps
Competencies development
Data de Defesa: 24-Jan-2014
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão
Resumo: Nas últimas décadas assistimos a transformações económicas, tecnológicas, políticas e sociais, que influenciaram diretamente o modo de pensar e agir nas organizações. O conceito de competências, com uma valorização crescente, surge como uma alternativa à abordagem da gestão de recursos humanos por funções, respondendo aos desafios atuais do mercado: necessidade de flexibilidade, de adaptação a mudanças contínuas, exigências crescentes do mercado e competitividade das organizações nesse mercado. A área da saúde, e concretamente a profissão de Enfermagem também tem evoluído, surgindo em 2009, uma nova forma de operacionalizar a carreira destes profissionais. No que diz respeito aos enfermeiros com funções de gestão, o conteúdo funcional está descrito, contudo, não existe uma definição clara das competências requeridas para estes profissionais. Este trabalho de investigação, de cariz exploratório, utilizando uma metodologia qualitativa, pretendeu propor uma estratégia de definição de um modelo de competências para os enfermeiros com funções de gestão em Portugal. Para isso, definimos categorias de competências, através da análise da literatura e da legislação. Seguiu-se a realização de entrevistas a um painel de doze peritos, e uma análise de conteúdo dos dados (categorização do tipo misto). Procedemos a uma comparação da recolha empírica de competências com as da recolha teórica, e definimos uma lista de 10 competências para as funções de gestão dos enfermeiros: Competências Técnicas de Gestão; Competências Interpessoais; Comunicação; Gestão de Recursos Humanos; Pensamento Crítico; Conhecimento de Políticas de Saúde; Competências Técnicas de Enfermagem; Organização e Planeamento; Trabalho de Equipa; Preocupação pela Qualidade. De forma a complementar o estudo, pretendemos identificar a perceção das lacunas de competências nos enfermeiros com funções de gestão, e identificar os processos de desenvolvimento de competências considerados mais relevantes para estes profissionais. As lacunas identificadas nas competências dos atuais enfermeiros com funções de gestão, face às mais valorizadas, são reduzidas e dispersas, pelo que consideramos pouco significativas. A forma de desenvolvimento de competências mais valorizado pelo painel de peritos foi a formação (académica e em contexto profissional). Foi também realçada a importância do empenho individual neste processo, assim como a avaliação de competências antes dos enfermeiros assumirem funções de gestão.Consideramos que esta investigação traz contributos quer para a literatura da Gestão por Competências, quer para a literatura da definição de competências das funções dos enfermeiros com funções de gestão, quer para a profissão de enfermagem, (nomeadamente, para as funções de gestão dos enfermeiros), quer para o próprio SNS, já que faz algumas propostas e sugestões para a evolução das práticas de gestão de pessoas.
In recent decades we witnessed the economic, technological, political and social transformations that directly influenced the way of thinking and acting in organizations. The concept of competence, with a growing appreciation, emerges as an alternative to the management of human resources by function approach, responding to current market challenges: the need for flexibility and adaptation to continuous changes, the increasing market demands and the competitiveness of on those market organizations. The health care industry and specifically the nursing profession have also evolved, emerging, a new way to operationalize these professional careers in 2009. In respect to nurses with management roles, the functional content is described; however, there is no clear definition of core competencies. This research, exploratory in nature, using a qualitative methodology, intended to propose a strategy to define a framework of competencies for nurses with management roles in Portugal. For this, we define categories of skills through the analysis of literature and legislation. This was followed by panel interviews with twelve experts, and content data analysis (mix type categorization). We carried out a comparison of the gathering empirical skills with the theoretical collection, and define a list of 10 skills for the management functions of nurses: Technical Skills Management, Interpersonal SKills, Communication, Human Resource Management, Critical Thinking, Knowledge Technical Skills of Nursing; Organization and Planning; Teamwork, Health Quality. To complement the study, we intend to identify the perception of gaps in competencies for nurses with managerial roles and identify the processes for developing skills considered most relevant for these professionals. The identified gaps in nurse’s skills , with current management roles, compared to the most valued are reduced and dispersed, so we considered them insignificant. The way of developing skills most valued by the expert panel was training (academic and professional context). It has also highlighted the importance of individual commitment to this process, as well as skills assessment before nurses assume management positions. We believe that this research brings both contributions to the literature of Management Skills, either for literature from the definition of the functions of nursing skills with management roles, both for the nursing profession, (eg, for the management functions of nurses) either to the NHS itself, as it has issued a number of proposals and suggestions for the development of human resources management policies.
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/3534
Designação: Mestrado em Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos
Aparece nas colecções:ESEIG - DM - Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_CristinaAugusto_2013.pdf1,91 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.