Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/3469
Título: Avaliação do efeito de um probiótico na performance zootécnica e microbiota entérica em coelhos (Oryctolagus cuniculus) de produção
Autor: Cunha, Sara
Orientador: Costa, Paulo
Fernandes, Rúben
Palavras-chave: Antibiótico
Cunicultura
Escherichia coli
Enterococcus spp.
Genotipagem bacteriana
Probiótico
Antibiotic
Cuniculture
Bacterial genotyping
Probiotic
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Resumo: A cunicultura é uma atividade pecuária em crescente desenvolvimento e isso traduz-se em novos desafios. Durante muitos anos a criação de coelhos recorreu em demasia ao uso de antimicrobianos com o objetivo de tratar e prevenir o aparecimento de diversas doenças. Paralelamente, estes compostos foram também usados como “promotores de crescimento”, visando essencialmente uma melhoria da eficiência digestiva. Porém, o uso indiscriminado destas substâncias levantou questões de saúde pública, como a emergência de estirpes bacterianas multirresistentes e a inerente disseminação de genes de resistência, possivelmente transferíveis ao Homem através da cadeia alimentar. No presente, existe uma enorme pressão para a adoção de estratégias que possibilitem uma redução massiva na quantidade de antimicrobianos administrados a espécies pecuárias. Este trabalho visou contribuir para o estudo de uma alternativa ao uso de antimicrobianos - os probióticos – enquanto suplementos alimentares constituídos por microrganismos vivos capazes de equilibrar a microbiota intestinal do hospedeiro. Para tal, foram constituídos dois grupos de coelhos com base na alimentação: i) grupo antibiótico, com acesso a um alimento composto suplementado com antibióticos e ii) o grupo probiótico alimentado com a mesma dieta, mas sem antibióticos e inoculado com um probiótico constituído por Escherichia coli e Enterococcus spp.. Ao longo de 22 dias de estudo foram monitorizados alguns indicadores produtivos e efetuadas recolhas periódicas de fezes para estudo microbiológico. A análise dos resultados zootécnicos permitiram verificar que o uso de probióticos em detrimento de antibióticos parece promover o crescimento de coelhos, tornando-se um método mais rentável na produção cunícula. Através de genotipagem por ERIC-PCR e PFGE, pretendeu-se verificar se as estirpes estranhas ao trato gastrointestinal dos coelhos seriam capazes de coloniza-lo, permanecendo ao longo do tempo de estudo. O facto de as estirpes inoculadas no probiótico terem sido encontradas ao longo dos dias de estudo nos coelhos aos quais foram administradas, sugere que os efeitos observados na performance zootécnica estejam relacionados com as estirpes administradas no probiótico, pelo que este poderá ser um sistema viável na substituição de antibióticos na alimentação de coelhos de produção.
Cuniculture is an animal husbandry practice in growing development which translates into new challenges. For many years, there was an overuse of antimicrobials in livestock activity with the purpose of treating and preventing several diseases. At the same time, these compounds were also used as “growth promoters”, aiming for an improved digestive efficiency. However, the indiscriminate use of these substances became a public health matter, as the appearance of multi-resistant bacterial strains and its inherent dissemination of resistance genes, potentially transferable to humans through the food chain. At the present time, there is enormous pressure to adopt strategies that allow a massive reduction in the quantity of administered antimicrobials to animal husbandry. The aim of this work is to contribute to the study of an antimicrobial alternative – probiotics - as food supplements consisting of live microorganisms capable of balancing the hosts intestinal microbiota. Thereby, two groups of rabbits were constituted based on feed: i) antibiotic group, with access to food supplemented with antibiotics and ii) probiotic group, fed with the same diet, but without antibiotics and inoculated with a probiotic consisting of Escherichia coli and Enterococcus spp.. Along 22 days of study, some productive indicators were monitored and periodic faecal samples were collected for microbiological study. The analyses of zootechnical results allowed to verify that the use of probiotics instead of antibiotics appears to promote their growth, making it a more cost effective method in cuniculture. Through genotyping by ERIC-PCR and PFGE, we intended to ascertain whether the strains foreign to the gastrointestinal tract of rabbits would be able to colonize it, remaining during the study period. The fact that the probiotic strains inoculated were found during the study period in rabbits administrated with them, suggests that observed effects in the zootechnical performance could be related with the strains administered in the probiotic, whereby this could be a viable substitute for antibiotics in feeding production rabbits.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/3469
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Tecnologia Bioquímica em Saúde

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_SaraCunha_2013.pdf1,29 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.