Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/3210
Título: Técnicas de rating em contexto de crise no setor bancário português
Autor: Lino, Ana Raquel Ferreira
Orientador: Pereira, Adalmiro Álvaro Malheiro de Castro Andrade
Palavras-chave: Agências de rating
Acordos de Basileia
Rating
Crédito
Crise
Rating agencies
Crisis
Credit
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Resumo: Durante a década de 1930 as agências de notação de risco, também conhecidas como agências de rating, passaram a assumir um papel fundamental na supervisão regulamentar do risco de crédito. Na origem desta mudança, considera-se que reside o choque económico provocado pela Grande Depressão. Devido ao crescimento da importância da atividade creditícia no mercado, o risco associado às operações financeiras passou a merecer um maior interesse. Consequentemente, as agências que ditam as notações de risco, passaram a ter uma maior procura. Para grande parte das instituições financeiras, a relação entre o risco de crédito, as garantias e o custo de capital são parte fundamental na elaboração da sua política de afetação de recursos e proteção de perdas. A crescente regulação financeira exigida pelas entidades competentes, condiciona cada vez mais a quantidade e a qualidade do risco de crédito presente nos balanços das instituições financeiras. Através do cálculo de rácios apropriados sugeridos pelas mesmas entidades reguladoras, é estipulado, para cada operação de crédito, uma parte do capital da instituição financeira para cobrir eventuais perdas decorrentes dessa operação. Na primeira parte deste trabalho, e subdividida em quatro capítulos, é feita uma breve revisão bibliográfica acerca desta problemática. Assim, o primeiro capítulo é dedicado ao rating como análise de risco, abordando a sua definição, aplicação e técnicas. O capítulo seguinte é dedicado à caracterização das principais empresas que atualmente têm competências reconhecidas para emitirem notações de risco com fiabilidade, e à explicação de todo o processo de regulamentação que tem vindo a ser desenvolvido pelas entidades competentes. O capítulo seguinte é dedicado à abordagem da atual crise económica, e, à forma de como estas notações se tornaram numa base fundamental na atribuição de crédito. Por último, o quarto capítulo faz uma breve referência ao Comité de Basileia, e aos Acordos por este elaborados, analisando todos os aspetos que passaram a limitar as instituições financeiras relativamente ao risco. Na segunda parte da presente investigação, e relativa ao quinto capítulo, é realizada uma abordagem empírica ao tema, nomeadamente na caracterização do setor bancário português, passando pela abordagem às instituições bancárias sobre a definição de rating, e, por fim, na análise do CreditMetrics Risk.
During the 1930s the credit rating agencies, also known as rating agencies have assumed a vital role in regulatory oversight of credit risk. The origin of this change, it is considered that resides economic shock caused by the Great Depression. Due to the growing importance of lending activity in the market, the risk associated with financial transactions began to earn more interest. Consequently, agencies that dictate the ratings now have a greater demand. For most financial institutions, the relationship between the credit risk, the guarantees and the cost of capital is a key part in preparing its policy on the allocation of resources and protection of losses. The increasing financial regulation required by the authorities, increasingly affects the quantity and quality of credit risk present in the balance sheets of financial institutions. By calculating appropriate ratios suggested by the same regulators, is stipulated for each credit transaction, a portion of the capital of the financial institution to cover losses arising from this transaction. In the first part of this paper, and divided into four chapters, is a brief review of the literature on this problem. Thus, the first chapter is devoted to rating and risk analysis, covering its definition, application and techniques. The next chapter is devoted to the characterization of the main companies that currently have recognized competence to issue credit ratings for reliability, and the explanation of the entire regulatory process that has been developed by the authority. The next chapter is dedicated to addressing the current economic crisis, and the way of how these ratings have become a cornerstone in the allocation of credit. Finally, the fourth chapter makes a brief reference to the Basel Committee, and agreements for this elaborate, analyzing all aspects that passed to limit financial institutions on risk. In the second part of this research, and on the fifth chapter , is performed an empirical approach to the subject, namely the characterization of the Portuguese banking sector, through the approach to banking institutions on the definition of rating, and, finally, the analysis of the CreditMetrics Risk.
Descrição: Dissertação para a obtenção do Grau de Mestre em Contabilidade e Finanças Orientador: Mestre Adalmiro Álvaro Malheiro de Castro Andrade Pereira
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/3210
Aparece nas colecções:ISCAP - DM - Contabilidade e Finanças

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_AnaLino_2013.pdf1,89 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.