Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/3164
Título: As competências transversais e as práticas de gestão por competências: um estudo exploratório de diferentes realidades organizacionais
Autor: André, Ana Rita Dias
Orientador: Rodrigues, Ana C.
Palavras-chave: Competências
Competências transversais
Gestão de recursos humanos por competências
Competencies
Generic competencies
Human resources management competencies
Data de Defesa: 18-Dez-2013
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão
Resumo: Ao profissional de hoje é exigido o domínio de competências que transcendem a sua própria função, área ou nível de qualificação, colocando-se assim às empresas o desafio de identificar e desenvolver as referidas competências, a partir de uma gestão de recursos humanos (GRH) que tenha por base as competências, seja ela uma gestão mais ou menos formalizada. A gestão por competências permite uma gestão estratégica, integrada e coerente dos processos de GRH, na medida em que poderá ser transversal a todos os seus subsistemas e acontece de forma articulada com os objetivos globais do negócio. Neste contexto, emerge a investigação que se segue, um estudo exploratório, de cariz qualitativo que tem como objetivos compreender em profundidade a realidade de diversas empresas em termos de competências transversais valorizadas e as suas práticas de gestão de recursos humanos baseadas em competências. Entrevistamos dez gestores de recursos humanos e administradores de empresas, com um número diferenciado de trabalhadores, representando assim as micro, peque- nas, médias e grandes empresas do norte de Portugal. Concluímos que as competências transversais mais valorizadas pelas empresas são a flexibilidade, relacionamento interpessoal, adaptação à mudança e trabalho em equipa. Esta investigação permitiu ainda compreender que a presença das competências na GRH é caracterizada por uma forte informalidade. Nesta informalidade, as competências transversais estão presentes na contratação, na retenção e nos planos de desenvolvimento, sendo menos frequente a sua utilização em práticas como a gestão e avaliação de desempenho, gestão de carreiras e gestão de benefícios e recompensas. Estes resultados representam vantagens para a produção científica e para as empre- sas, sistemas de ensino, profissionais e estudantes, não só pela importância que as competências e as competências transversais assumem no mercado de hoje e porque fornecem dados atualizados e pistas para investigações futuras.
Nowadays, professionals need to have some generic competencies, which are independent from their professional area and/or function. At the same time, companies must identify and develop those skills, using specific tools, more or less formalized, in their human resources management practices. Competency management promotes a strategic, integrated and coherent HRM, because it can be applied across all its subsystems and can be a good response to the business global goals. In this work, we will present an exploratory research, based in a qualitative methodolo- gy. Our main goal was to understand, in depth, which generic competencies are valued by some companies (with different dimensions), and what kind of human resources management practices they follow, in order to identify and develop them. To achieve these goals, we interviewed ten human resources’ managers and adminis- trators from companies previously selected, in the north of our country. At the end of this investigation, we concluded that the major competencies valued by the enterprises are: flexibility, interpersonal relationship, change adapting and team work. With this investigation we also aimed to characterise human resources management practices based in competencies, which are, in most of the cases, informal practices. Our results reveal the generic competences present in recruitment and selection, reten- tion and development plans, and less frequently used in management practices and performance evaluation, career management and management of benefits and rewards. These results represent advantages for scientific production and for the companies, school systems, professionals and students, because reveals an updated view on the soft skills valued by employers nowadays and give some useful clues for future research.
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/3164
Designação: Mestrado em Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos
Aparece nas colecções:ESEIG - DM - Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_AnaAndre_2013.pdf1,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.