Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/3102
Título: Autoeficácia e satisfação no trabalho em técnicos de diagnóstico e terapêutica
Autor: Couto, Maria João Baptista Lynch Ferreira
Palavras-chave: Satisfação no trabalho
Técnicos de diagnóstico e terapêutica
Autoeficácia
Fatores sociodemográficos
Sociodemographics
Biotechnicians
Self-efficacy
Work satisfaction
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Resumo: O objetivo principal do presente trabalho é explorar a relação entre a autoeficácia e a satisfação no trabalho em Técnicos de diagnóstico e terapêutica (TDT). A autoeficácia e a satisfação no trabalho são influenciadas por diversos fatores, associados tanto às pessoas como ao seu contexto. Realizou-se um estudo em Técnicos de diagnóstico e terapêutica (n=481) que trabalham no Sistema Nacional de Saúde na área metropolitana do Porto com a aplicação de um questionário auto preenchido, distribuído entre Maio e Julho de 2012. Para avaliar a autoeficácia na adaptação ao trabalho e a satisfação laboral destes profissionais foram utilizados instrumentos construídos e validados em contexto nacional. No sentido de permitir explorar a influência de variáveis sociodemográficas na autoeficácia e na satisfação laboral, foi também recolhida informação sobre o género, a idade, o grau académico, o estado civil, a existência de filhos, os anos de serviço e a antiguidade na instituição. Os resultados do estudo apontam para um impacte positivo da autoeficácia na satisfação no trabalho dos TDT, e para a influência de alguns fatores sociodemográficos nestas duas variáveis. Finalmente são apresentadas pistas para a intervenção em contexto organizacional com vista a potenciar a autoeficácia bem como a satisfação laboral.
The aim of this study is to explore the relation between self-efficacy and work satisfaction among Biotechnicians. Either self-efficacy and work satisfaction are affected by several factors related both with people as with their framework. We have conducted a study in Biotechnicians (n=481) working in the National Health Service within the metropolitan area of Oporto, applying a self reported questionnaire, distributed between May and July 2012. To assess their self-efficacy in the adaptation to work and work satisfaction we used instruments, built and validated in national context. In order to allow us to explore the influence of sociodemographics, we gather information upon gender, age, academic degree, marital status, existence of children and years of service and seniority in the institution where they are currently working. Our findings showed that there is a positive impact from self-efficacy on work satisfaction, among Biotechnicians Findings further showed influence of sociodemographic on both self-efficacy and work satisfaction. Finnally, we have presented some clues for intervention in organizational context in order to increase self-efficacy as well as work satisfaction.
Descrição: Dissertação apresentada ao Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto para obtenção do grau de Mestre em Gestão das Organizações, Ramo de Gestão de Empresas Orientada por Professora Doutora Diana Margarida Pinheiro de Aguiar Vieira Esta dissertação não inclui as críticas e as sugestões feitas pelo júri
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/3102
Aparece nas colecções:ISCAP - DM - Gestão das Organizações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_MariaCouto_2012.pdf1,94 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.