Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/2915
Título: Alcipe, Nathercia e Tirse: Considerações sobre as luzes no feminino no Portugal de setecentos
Autor: Peixoto, Vera
Palavras-chave: Transgressão
Mediação
Género
Movimento iluminista
Educação
Viagens
Leituras
Transgression
Gender
Mediation
Enlightenment
Education
Literature
Travelling
Data: 2009
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Resumo: O presente artigo desenvolve-se em torno de três damas esclarecidas da sociedade portuguesa de setecentos: D. Leonor de Almeida (1750-1839), ou Alcipe; D. Catarina de Lencastre (1749-1824), ou Nathercia; e D. Teresa de Mello Breyner (1739-1798?), ou Tirse. Sabendo que o século XVIII foi um período marcado por mudança e controvérsia, pela emergência de novos paradigmas, pelo reequacionamento de estruturas mentais e tradições seculares – ainda que em Portugal se experimentasse uma certa resistência às teorias filosóficas emergentes – a questão que lançamos e procuramos analisar é: qual o reflexo destas transformações no universo feminino? Assim, partindo dos três exemplos referidos e a eles tornando, pretendemos problematizar três questões centrais no discurso iluminista – educação, leituras e viagens – observando como estas matérias, assaz discutidas e teorizadas ao longo do século XVIII, se repercutiram na formação feminina em solo português e, por outro lado, analisar o modesto mas expressivo papel que as referidas damas assumiram na propagação da cultura das luzes em Portugal.
The 18th century was a period of change and controversy throughout the western world, serving as the stage for a shift in paradigms, the reshaping of intellectual structures and the questioning of ancient traditions. The new philosophical theories met with some resistance on Portuguese soil; therefore, it took some time for these changes to take root in Portuguese society. This essay will analyse the lives and works of three enlightened Portuguese women in the 18th century: D. Leonor de Almeida (1750-1839), also known as Alcipe; D. Catarina de Lencastre (1749-1824), or Nathercia; and D. Teresa de Mello Breyner (1739-1798?), also known as Tirse. In analysing the cases of Alcipe, Nathercia and Tirse, the present essay intends to shed some light on how 18th century social and cultural transformations influenced female education in Portugal; moreover, it examines the extend to which the thoughts and theories of 18th century authors on such thoroughly discussed subjects as education, literature and travelling contributed to the enlightening of women. Finally, this essay will also consider the modest yet expressive role played by these three women in the propagation of Enlightenment ideals in Portugal.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/2915
ISSN: 1645-1937
Versão do Editor: http://www.iscap.ipp.pt/~www_poli/
Aparece nas colecções:ISCAP - LC - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A_Polissema_2009.pdf2,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.