Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/2824
Título: Rede de monitorização ambiental em tempo- real com sistemas móveis
Autor: Guimarães, P. S.
Orientador: Silva, Eduardo
Palavras-chave: Redes de sensores
Estimação espacial
Krigagem ordinária
Networked sensors
Spatial estimation
Ordinary kriging
Data de Defesa: 2009
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Resumo: A compreensão das interacções entre os oceanos, a linha de costa, a qualidade do ar e as florestas só será possível através do registo e análise de informação geo-temporalmente referenciada. Mas a monitorização de grandes áreas apresenta o problema da cobertura espacial e temporal, e os custos nela envolvidos pela impossibilidade de disseminar a quantidade de estações de monitorização necessários à compreensão do fenómeno. É necessário então definir metodologias de colocação de sensores e recolha de informação de forma robusta, económica e temporalmente útil. Nesta dissertação apresentamos uma estratégia de monitorização ambiental, para meios hídricos, (ou de grande dimensão) que baseada em sistemas móveis e alguns princípios da geoestatística, fornece uma ferramenta de monitorização mais económica, sem prejuízo da qualidade de informação. Os modelos usados na geoestatística assentam na ideia de que medidas mais próximas tendem a serem mais parecidas do que valores observados em locais distantes e fornece métodos para quantificar esta correlação espacial e incorporá-la na estimação. Os resultados obtidos sustentam a convicção do uso de veículos móveis em redes de sensores e que contribuímos para responder à seguinte questão “Qual a técnica que nos permite com poucos sensores monitorizar grandes áreas?”. A solução passará por modelos de estimação de grandezas utilizados na geoestatística associados a sistemas móveis.
Understanding the interactions between the oceans, the coastline, air quality and forests will only be possible through registration and analysis of geo-temporally referenced. But the monitoring of large areas presents the problem of spatial and temporal coverage and the costs involved it was impossible to spread the number of monitoring stations needed to understand the phenomenon. It is then necessary to define methodologies for placing sensors and collecting information in a robust, economic and temporally useful. In this thesis we present a strategy for environmental monitoring for water resources (or large) that based on the move and some principles of geostatistics provides a tool for monitoring more economical, without loss of quality of information. The models used in geostatistics are based on the idea that measures more closely tend to be more similar than those observed in remote locations and provides methods to quantify this spatial correlation and incorporate it in the estimation. The results support the belief of the use of mobile vehicles in sensor networks and contribute to answer the question "What is the technique that allows us with a few sensors to monitor large areas?". The solution is the estimation models used in geostatistics quantities associated with mobile systems.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/2824
Aparece nas colecções:ISEP - DM – Engenharia Electrotécnica e de Computadores

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_PedroGuimaraes_2009_MEEC.pdf4,36 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.