Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/2549
Título: Análise de metais em infusões de chás e ervas aromáticas por espectrofotometria de absorção atómica de alta resolução com fonte contínua
Autor: Pinto, José Camilo Carvalhinho Sousa
Orientador: Oliva-Teles, Maria Teresa
Freitas, Susana Maria Ribeiro e Sousa Mendes de
Data de Defesa: 2010
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Resumo: Actualmente tem-se verificado um grande aumento na procura e a utilização de produtos naturais contendo extractos de algas, com fins medicinais, sendo cada vez maior a diversidade de oferta desses produtos, vendidos em ervanária e afins. A bibliografia tem mostrado que as algas têm capacidade de acumulação de metais pesados. As algas, sendo organismos aquáticos, estão sujeitas a contaminações dos locais (não identificados) de onde provêm. O controlo e fiscalização para estes produtos é praticamente inexistente. O objectivo deste projecto foi o desenvolvimento de metodologias analíticas com vista à quantificação de metais em infusões de chás e ervas aromáticas. Foram analisadas 9 amostras: uma de chá verde, uma de chá preto, uma infusão de lima, uma de camomila, uma mistura de chá com ervas e quatro misturas contendo algas. A espectrofotometria de absorção atómica é o método de referência para a análise de metais. Neste trabalho foi utilizado um espectrofotómetro de absorção atómica com fonte de radiação contínua e monocromador de alta resolução. Sendo esta uma tecnologia inovadora foi necessário desenvolver metodologias para os métodos de análise. A atomização em chama foi a técnica utilizada para a quantificação do cálcio, potássio, magnésio, manganês e sódio. A atomização electrotérmica foi usada para o cádmio, cobalto, crómio, cobre, níquel e chumbo. Tendo em conta os limites legislados (Decreto-Lei Nº306/2007 de 27 de Agosto) obtiveram-se teores preocupantes para o níquel (iguais ou superiores ao limite legislado) em todas as amostras analisadas e para o manganês em duas das amostras (chá verde e chá preto). Todas as amostras contendo algas apresentaram teores de Ca, Mg e Na superiores aos das restantes. Para os restantes elementos não foi possível relacionar as concentrações com a composição das infusões, em particular a presença de algas.
Nowadays there has been a large increase in the demand and use of natural herbal products containing extracts of seaweed, with medicinal purposes, with an increase in the offering and diversity in these products sold by herbal physicians and alike. The literature has shown that seaweed have the ability of accumulating heavy metals. Algae, being aquatic organisms, are subject to contaminations from unidentified places from which they come from. The control of these types of products is practically inexistent. The objective of this thesis was the development of analytical methodologies for the quantification of heavy metals in infusions of tea and herbs. We analyzed nine samples: one of green tea, one of black tea, on lime infusion, one chamomile infusion, one mixture of tea and herbs and four mixtures containing seaweed. The atomic absorption spectroscopy is the reference method for the analysis of metals. In this work it was used an atomic absorption spectrometer with a continuum source of radiation and high resolution monochromator. Being this a breakthrough technology, it was necessary to develop methodologies for the analysis method. The flame atomization was used to quantify calcium, potassium, magnesium, manganese and sodium. The elements cadmium, cobalt, chromium, copper, nickel and lead were determined by electrothermal atomization. Given the legislation limits (Excecutive Order nº 306/2007 from 27 of August of the Portuguese Legislation) there have been obtained worrying levels for nickel (equal or above the legislation) in all of the samples analyzed and for manganese in two of the samples (Green and Black tea). All of the samples containing seaweed have presented higher levels of Ca, Mg and Na then the other samples analyzed. For the remaining elements, it was not possible to determine the relation of the concentration with the composition of the infusions, in particular with the presence of seaweed.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/2549
Aparece nas colecções:ISEP - DM – Engenharia Química

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_JosePinto_2010_MEQ.pdf1,69 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.