Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/2522
Título: Monitorização de desreguladores endócrinos em águas
Autor: Pereira, Ana Isabel Gonçalves
Orientador: Domingues, Valentina F.
Data de Defesa: 2010
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Resumo: Da crescente necessidade de alimentos e da necessidade de travar a destruição de culturas por animais e insectos foram sintetizados os pesticidas. Por entre uma vasta gama de pesticidas alguns são desreguladores endócrinos o que se traduz num perigo para a saúde humana pois pode despoletar alterações nos seres vivos mesmo em concentrações muito baixas. Devido a diversos factores nomeadamente a lixiviação, ventos e outros agentes ambientais assim como a presença de terrenos agrícolas junto a diversos rios, estes encontram-se contaminados com pesticidas desreguladores endócrinos. O objectivo deste trabalho foi avaliar quais os pesticidas desreguladores endócrinos presentes nas águas de rios da região Norte. Neste trabalho utilizou-se a técnica de microextracção em fase sólida recorrendo a uma fibra de PDMS (100 μm). Para tal as condições de optimização foram testadas nomeadamente a quantidade de NaCl, quantidade de metanol, temperatura do injector e tempo de exposição. Os parâmetros obtidos óptimos foram 0 % de NaCl, tempo de exposição de 45 min, temperatura do injector de 260 ºC e 2,5 % de metanol. Conseguiu-se a separação de todos os pesticidas desreguladores endócrinos com a seguinte programação temperaturas: inicio a 60ºC por um minuto seguido de um aumento de 20 °C/min até aos 200 °C onde permanece por um minuto e de seguida um aumento de 5 °C/min até aos 245 °C onde permanece por 40 min. Fizeram-se curvas de calibração entre 0,01 μg/L e 10 μg/L. Constatou-se no entanto uma falta de reprodutibilidade entre as injecções utilizando esta técnica. Os rios analisados foram o Rio Douro, Rio Tâmega, Ria de Aveiro, Rio Lima, Rio Minho, Rio Sousa, Rio Águeda, Rio Cávado e Rio Leça. No Rio Tâmega foram encontrados os seguintes pesticidas: diazinão, α-HCH, β-HCH, δ-HCH, lindano, HCB, simazina/ atrazina, vinclozolina, alacloro, 2,4-D, malatião, aldrina, bifentrina, metoxicloro e fenvalerato. No rio Douro estão presentes HCB, simazina/ atrazina, vinclozolina, 2,4-D, malatião, aldrina, fenvalerato e deltametrina. No rio Lima encontra-se diazinão, α-HCH, δ-HCH, 2,4-D, HCB, vinclozolina, lindano, simazina/atrazina, alacloro, malatião, aldrina, fenvalerato e deltametrina. No rio Sousa os pesticidas encontrados foram: diazinão, HCB, aldrina, α-HCH, β-HCH, δ-HCH, lindano, simazina/ atrazina, 2,4-D, cipermetrina, alacloro, fenvalerato e malatião. No rio Cávado estão presentes o diazinão, α-HCH, β-HCH, δ-HCH, lindano, HCB, 2,4-D, malatião, metoxicloro, cipermetrina e o fenvalerato. Na ria de Aveiro encontrou-se o diazinão, α-HCH, β-HCH, δ-HCH, lindano, HCB, simazina/atrazina, 2,4-D, Malatião e aldrina. No rio Águeda estão presentes o diazinão, HCB, 2,4-D, aldrina e malatião. E por último no rio Leça esta presente o diazinão, 2,4-D, alacloro, malatião, aldrina, cipermetrina e fenvalerato. A importância deste trabalho reside na demonstração da presença destes pesticidas, desreguladores endócrinos nas águas superficiais da região Norte.
The growing need for food and halting the destruction of crops by insects and animals were created to pesticides. Among a wide range, some pesticides are endocrine disrupter which translates into a hazard to human health because it can trigger changes in living things even at very low concentrations. By several factors including leaching, winds and others environmental agents and also the presence of farmland along the rivers, they are contaminated with various endocrine disruptores. The goal of this study was to know which EDs are in the waters of rivers of the North region. In this work was used the technique of solid phase microextraction using a PDMS fiber (100 μm). The conditions were tested including the amount of NaCl concentration of methanol, injector temperature and exposure time. The optimal parameters obtained were 0% NaCl, exposure time of 45 min, injector temperature 260° C and 2.5% methanol. The separation of all pesticides EDs was obtained with the following schedule temperatures, beginning at 60 ° C for one minute followed by an increase of 20° C / min up to 200° C where it stays for a minute and then an increase of 5° C / min up to 245° C where it stays for 40 min. The limits of detection were between 0, 01μg/L to 10 μg/L. The rivers studied were the Douro, Tâmega, Cávado, Ria de Aveiro, Lima, Minho, Sousa, Águeda, and river Leça. In Rio Tâmega found the following pesticides: diazinon, α-HCH, β-HCH, δ-HCH, lindane, HCB, simazine / atrazine, vinclozolin, alachlor, 2,4-D, malathion, aldrin, bifenthrin, fenvalerate and methoxychlor . In the Douro River HCB were detected, simazine / atrazine, vinclozolin, 2,4-D, malathion, aldrin, fenvalerate and deltamethrin. On the River Lima were find diazinon, α-HCH, δ-HCH, 2,4-D, HCB, vinclozolin, lindane, simazine / atrazine, alachlor, malathion, aldrin, fenvalerate and deltamethrin. At the River Sousa the EDC detected were: diazinon, HCB, aldrin, α-HCH, β-HCH, δ-HCH, lindane, simazine / atrazine, 2,4-D, cypermethrin, alachlor, malathion and fenvalerate. Are present in the river Cávado the follow diazinon, α-HCH, β-HCH, δ-HCH, lindane, HCB, 2,4-D, malathion, methoxychlor, cypermethrin and fenvalerate. In Ria de Aveiro met the diazinon, α-HCH, β-HCH, δ-HCH, lindane, HCB, simazine / atrazine, 2,4-D, malathion and aldrin. In the river Águeda were detected diazinon, HCB, 2,4-D, aldrin and malathion. And in the Leça river were detected diazinon, 2,4-D, alachlor, malathion, aldrin, fenvalerate and cypermethrin. The importance of this work lies in the clear demonstration of the presence of these pesticides, endocrine disrupters in high amounts in surface waters of the North.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/2522
Aparece nas colecções:ISEP - DM – Engenharia Química

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_AnaPereira_2010_MEQ.pdf1,73 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.