Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/2499
Título: Efeitos imediatos da mobilização com movimento da rotação medial da tibio-femural m movimento da rot e movimento, em ind com flexão do joelho, na dor e na amplitude de movimento, em indivíduos com síndrome s da mobilização com dor e na amplitude de patelo-femural
Autor: Reitor, João
Orientador: Carvalho, Paulo
Neto, Francisco
Montes, António
Palavras-chave: Síndrome patelo-femural
Rotação lateral da tíbia
Mulligan
Mobilização com movimento (MWM)
Patellofemoral pain syndrome
Lateral rotation of the tibia
Mobilization with movement (MWM)
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Resumo: Introdução: O síndrome patelo-femural é uma das disfunções músculo-esqueléticas mais comuns ao nível do joelho. É de etiologia multifatorial, sendo a rotação lateral da tíbia um dos fatores contribuintes, sendo que pode potenciar alterações da biomecânica da articulação patelo-femural por aumentar as forças de reação sobre a articulação. Brian Mulligan sugere que a técnica para a correção da rotação lateral da tíbia pode ser benéfica no alívio da dor e no aumento da amplitude de flexão do joelho, em pacientes com síndrome patelo-femural, apesar da evidência acerca da efetividade desta técnica ser ainda escassa. Objetivo: Avaliar os efeitos da técnica de mobilização com movimento de rotação medial da tíbio-femural com flexão do joelho, ao nível da intensidade da dor e da amplitude de movimento de flexão do joelho, durante o agachamento, em indivíduos com síndrome patelo-femural. Métodos: Estudo experimental, com uma amostra constituída por 20 estudantes universitários, do género feminino, com síndrome patelo-femural e dor ao agachamento bilateral. Estes foram distribuídos aleatoriamente por dois grupos: experimental (intervenção com técnica de mobilização com movimento) e placebo (intervenção placebo). Foram avaliadas a amplitude de flexão do joelho com um goniómetro eletrónico (Biometrics®) e a intensidade de dor com a Escala Visual Analógica, durante o agachamento bilateral, antes e imediatamente após as respetivas intervenções. O nível de significância foi de 0,05. Resultados: A realização da Análise da Covariância revelou que, relativamente à intensidade da dor, foi possível constatar que existiram diferenças significativas entre os dois grupos (p<0,001). Entre a avaliação inicial e a final, o grupo experimental diminuiu mais 2,1cm na Escala Visual Analógica do que o grupo placebo. Em relação à avaliação da amplitude articular, foi possível constatar que, existiram diferenças significativas, entre os dois grupos (p=0,004). Entre a avaliação inicial e a final, o grupo experimental teve mais 8,6º de aumento na amplitude articular do que o grupo placebo. Conclusão: Para indivíduos com síndrome patelo-femural, a técnica de mobilização com movimento para correção da rotação lateral da tíbia, parece ser benéfica no alívio da dor e no ganho de amplitude de flexão do joelho, analisando o movimento de agachamento bilateral.
Introduction: Patellofemoral pain syndrome is one of musculoskeletal disorders more common at knee. This has a multifactorial etiology being lateral rotation of the tibia one of the contributing factors, since it may have a potential effect on the biomechanics of the patellofemoral joint, increasing the reaction forces on the joint. Brian Mulligan suggests that the technique for the correction of lateral rotation of the tibia can be beneficial in pain relief and increased range of knee flexion in patients with patellofemoral pain syndrome, despite evidence about the effectiveness of this technique is still scarce. Objective: To evaluate the effects of mobilization with movement technique, with medial rotation of the tibio-femural with knee flexion, on pain intensity and range of motion of knee flexion during bilateral squatting, in individuals with patellofemoral pain syndrome. Methods: An experimental study with a sample of 20 university students of females with patellofemoral syndrome and painful bilateral squat. These were randomly assigned to two groups: experimental (intervention with mobilization with movement technique) and placebo (placebo intervention). Were evaluated the amplitude of knee flexion with an eletronic goniometer (Biometrics®) and pain intensity with a visual analogic scale, during the bilateral squat before and immediately after the respective interventions. The significance level was 0,05. Results: The realization of the Analysis of Covariance revealed that, with regard to pain intensity, it was found that there were significant differences between the two groups (p<0.001). Between baseline and the final evaluation, the experimental group decreased over 2,1cm in visual analogic scale than the placebo group. Regarding the assessment of joint range of movement, it was found significant differences between the two groups (p=0.004). Between baseline and the final evaluation, the experimental group had more 8.6º increase in joint range of movement than the placebo group. Conclusion: For individuals with patellofemoral pain syndrome, mobilization with movement technique for correction of lateral rotation of the tibia appears to be beneficial in pain relief and increasing range of knee flexion, analysed by the bilateral squat.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/2499
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Fisioterapia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_JoaoReitor_2013.pdf743,85 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.