Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/2490
Título: Efeitos imediatos da mobilização com movimento na dor, Amplitude de movimento e actividade electromiográfica dos músculos da cintura escapular em indivíduos com síndrome do conflito subacromial
Autor: Patrício, Rita
Orientador: Carvalho, Paulo
Neto, Francisco
Palavras-chave: Síndrome do conflito subacromial
Mobilização com movimento
Actividade electromiográfica
Dor
Amplitude de movimento
Subacromial impingement syndrome
Mobilization with movement
Electromyographic activity
Pain
Range of motion
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Resumo: Introdução: A síndrome do conflito subacromial (SCSA) é a causa mais frequente de dor no ombro. Alterações na cinemática escapuloumeral e na activação dos músculos escapulares têm sido identificadas em pessoas com SCSA. A mobilização com movimento (MWM) é uma técnica de terapia manual, desenvolvida por Mulligan, que visa normalizar a cinemática articular. Objectivos: Determinar os efeitos imediatos da MWM na dor, na amplitude de movimento (ADM) de abdução no plano da escápula (APE), e na amplitude do sinal electromiográfico (EMG) do trapézio e grande dentado (GD), em pessoas com SCSA. Métodos: Foram incluídas no estudo 24 pessoas com SCSA, divididas de forma aleatória em 2 grupos de 12, MWM e Placebo. As medidas de resultados avaliadas foram: a dor nos testes de Neer e Hawkins-Kennedy; o limiar de dor à pressão; a ADM de APE até ao início da dor; e a percentagem da contracção isométrica voluntária máxima dos músculos trapézio (superior, médio e inferior) e GD. Resultados: A aplicação da MWM resultou numa significativa diferença, com redução da dor, no teste de Hawkins-Kennedy (p=0,028), num aumento do limiar de dor à pressão (p=0,002) e da ADM de APE até ao início da dor (p=0,010), e numa diminuição da actividade EMG do trapézio superior (TS), na fase concêntrica, abaixo dos 90˚ (p=0,028), comparativamente ao grupo Placebo. Foi, ainda, identificada uma diminuição estatisticamente significativa da actividade EMG do TS, nas restantes fases do movimento (p<0,05), um aumento do limiar de dor à pressão (p<0,001) e da ADM até ao início da dor (p=0,006) entre, antes e após a intervenção com MWM. Conclusão: A MWM poderá ser uma técnica efectiva em indivíduos com SCSA, pelos seus efeitos na redução de dor, aumento de ADM até ao início da dor e diminuição da actividade EMG do TS.
Background: The Subacromial Impingement Syndrome (SAIS) is the most common cause of shoulder pain. Changes in scapulohumeral kinematics and in activation of scapular muscles have been identified in subjects with SAIS. The mobilization with movement (MWM) is a manual therapy technique, developed by Mulligan, which aims to normalize kinematics joint. Aims: Determine the immediate effects of the MWM in pain, range of motion (ROM) of scaption, and in the amplitude of electromyographic (EMG) signal of trapezius and serratus anterior (SA), in subjects with SAIS. Methods: The study included 24 subjects with SAIS, randomly divided into 2 groups of 12, MWM and Placebo. The outcome measures evaluated were: pain in Neer and Hawkins-Kennedy tests; pressure pain threshold (PPT); ROM of scaption until onset of pain; and percentage of maximal voluntary isometric contraction of trapezius (upper, middle and lower) and SA. Results: The application of MWM led to a significant difference, with reduction of pain, on Hawkins-Kennedy test (p = 0,028), to an increase in PPT (p = 0,002) and ROM in scaption until onset of pain (p = 0,010), and to a decrease in the EMG activity of the upper trapezius (UT), in concentric phase, below 90˚ (p = 0,028), compared to the Placebo group. It was also identified a statistically significant decrease of UT EMG activity in the remaining phases of the movement (p <0,05), an increase in the pressure pain threshold (p <0,001) and in ROM until the onset of pain (p = 0,006) between, before and after the MWM. Conclusion: MWM can be an effective technique in subjects with SAIS, due to their effects in the reduction of pain, increase of ROM until the onset of pain and decrease of UT EMG activity.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/2490
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Fisioterapia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_RitaPatricio_2013.pdf950,93 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.