Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/2395
Título: Utilidade dos estudos de condução nervosa e respostas-F do nervo peronial na radiculopatia de L5 e a sua correlação com o grau de gravidade avaliada eletromiograficamente
Autor: Braga, Rui
Palavras-chave: Radiculopatia L5
Resposta-F
Eletromiografia
Estudos de condução nervosa
Nervo peronial
L5 radiculopathy
F-Response
Electromyography
Nerve conduction studies
Peroneal nerve
Data: 2012
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Resumo: As radiculopatias lombares referem-se a um processo patológico envolvendo as raízes nervosas espinais, causando sintomas radiculares ao nível dos membros inferiores. As respostas-F são ondas tardias que advêm de descargas recorrentes de neurónios motores despolarizados antidromicamente, que podem ser úteis na avaliação de lesões radiculares. Com o objetivo de avaliar a utilidade dos estudos de condução nervosa e respostas- F do nervo peronial no diagnóstico de radiculopatia de L5 e a sua correlação com o seu grau de gravidade, foram estudados 47 sujeitos que padeciam de radiculopatia de L5 e foram comparados com um grupo de controlo, constituído por 28 sujeitos saudáveis. Foram estudadas as amplitudes do PAMC do nervo peronial profundo, do PANS do peronial superficial, bem como as latências mínima, média e máxima, cronodispersão e persistência das Respostas-F. Foi realizada ainda uma avaliação eletromiográfica, com o intuito de classificar o acometimento da raiz em termos de gravidade. Registaram-se diferenças significativas entre os dois grupos na amplitude do PAMC do peronial profundo (p<0,0001), na F-mínima, F-média, F-máxima e cronodispersão (p<0,0001), e ainda na persistência (p 0,014). Todos estes parâmetros também se correlacionaram significativamente com o grau de gravidade da radiculopatia, sendo as latências das ondas-F e a cronodispersão progressivamente maiores nos sujeitos com um grau de afeção mais grave, e a persistência e a amplitude dos estudos de condução motora mais baixas. O fator que se evidenciou mais sensível no diagnóstico desta patologia foi a latência-máxima das ondas-F, 31,25%, e o menos sensível a persistência, apenas alterada em 9,34% dos indivíduos. Tendo em consideração todos os parâmetros avaliados nas respostas-F atingiu-se uma sensibilidade global desta técnica de 42,19%. Com esta investigação concluímos que os estudos de condução nervosa e as respostas-F poderão ser úteis como complemento na avaliação das radiculopatias lombares, apresentando uma sensibilidade considerável para esta patologia. Não se deve limitar o estudo desta técnica à avaliação das latências mínima das ondas-F, mas incluir sempre todos os outros parâmetros, aumentando assim a sua sensibilidade. Estas técnicas deverão ser incluídas no estudo das radiculopatias de L5.
The lumbar radiculopathy refers to a pathological process involving spinal nerve roots, causing radicular symptoms in the lower limbs. F-responses are late waves that come from recurrent discharges of motor neurons depolarized antidromically, which may be useful in evaluating root lesions. The goal of this study is to evaluate the use of nerve conduction studies and Fresponses of the Peronial nerve in the diagnosis of L5 radiculopathy and its correlation with the degree of severity. We studied 47 subjects suffering from L5 radiculopathy, compared with a control group consisting of 28 healthy individuals. We evaluate the amplitudes of the deep Peroneal nerve CMAP, the superficial Peroneal SNAP, F-responses in terms of minimal, mean, maximum latencies, chronodispersion and persistence. In order to classify the severity of lesion of the root we also performed an electromyographic evaluation. Were noticed significant differences between both groups in the amplitude of the deep Peroneal CMAP (p<0.0001), the minimum, mean and maximum F-waves latencies (p<0.0001), and persistence (p≃0.014). All these parameters were significantly correlated with severity of radiculopathy. We found that the F-wave latencies and chronodispersion were progressively larger and persistent and the amplitude of motor conduction studies was lower. The factor that showed higher sensitivity in the diagnosis of this condition was the F-wave maximum latency, 31.25%, and the less sensitive was the persistence, changed only in 9.34% of individuals. Taking into account all the parameters evaluated in the Fresponses we achieved a global sensitivity of this technique to 42.19%. With this research we concluded that the nerve conduction studies and F-responses may be useful as a supplement in the evaluation of lumbar radiculopathy, presenting a considerable sensitivity to this pathology. One should not limit the study of this technique for the evaluation of minimal F-wave latencies, but always include all other parameters, thereby increasing its sensitivity. These techniques should be included in the L5 radiculopathies studies.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/2395
Aparece nas colecções:ESTSP - PTE - Neurofisiologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PTE_RuiBraga_2012.pdf4,54 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.