Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/2384
Título: Pubalgia num atleta de futebol: estudo de caso
Autor: Sousa, Pedro
Orientador: Carvalho, Paulo
Palavras-chave: Pubalgia
Futebol
Desporto
Fisioterapia
Cadeias lesionais
Athletic pubalgia
Football
Sports
Physiotherapy
Physical therapy
Lesional chains
Data de Defesa: 2010
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Resumo: Introdução: No fu tebol os atletas são submetidos a um grande número de treinos e jogos, não havendo muitas vezes tempo necessário para o repouso ou alongamentos, estes factores predispõem o aparecimento de lesões incapacitantes como a pubalgia. O fisioterapeuta deverá realizar uma correcta avaliação e interpretação dos sintomas e das alterações posturais e biomecânicas do paciente com pubalgia. Objectivo: Através deste estudo de caso pretende-se descrever a avaliação e intervenção num caso de um jogador de fu tebol com pubalgia, salientando o processo de raciocínio clín ico desenvolvido ao longo do tratamento. Intervenção: Após a avaliação inicial, foi estabelecido, em conjunto com o atleta, um plano de tratamento por um períodlo de cinco semanas com três sessões semanais e exercícios durante os restantes dias. A intervenção visou a diminuição da dor, normalização das alterações articu lares, reforço da musculatu ra enfraquecida, promoção da estabilidade lombopélvica, restabelecimento da mobilidade das cadeias musculares encurtadas e retorno à actividade desportiva. Resultados: Verificou-se uma diminuição da dor, associada a um aumento de flexibilidade e de força. Conclusão: Através da abordagem pelo conceito de cadeias lesionais associado ao tratamento global de fisioterapia (exercícios terapêuticos, electroterapia, massagem), obteve-se melhorias clinicamente importantes num período de cinco semanas, verificando-se no fim do tratamento a ausência de sintomatologia, o que permitiu o retorno do atleta à actividade desportiva.
Background: The football ath letes are submitted to a large number of practices and games, often with no time to rest or stretching, these factors predispose the development of disabling lesions such as pubalgia. The physiotherapist should perform a proper evaluation and interpretation of the symptoms and of the postu ral and biomechanical changes in the patient with pubalgia. Objective: The aim of th is study case is to describe the evaluation and intervention in the case of a football player with pubalgia, emphasizing the clinical reasoning process developed during the treatment. lntervention: After the initial assessment, was established with the agreement of the athlete, a treatment plan for a period of five weeks with th ree sessions per week and exercises during the remaining days. The intervention aimed the reduction of pain, the normalization of joints, the strengthening of the muscles, promoting the lumbopelvic stability, the restoration of mobility of the shortened muscle chains and the return to sporting activity. Results: There was a reduction of pain associated with an increased flexibility and strength. Conclusion: Th rough the concept of lesionai chains associated to the overall physiotherapy treatment (therapeutic exercise, electrotherapy, massage), we obtained a clinically important improvement over a period of five weeks, checking in the end of the treatment the absence of symptoms, which allowed the athlete's return to the sport activity.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/2384
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Fisioterapia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_PedroSousa_2010.pdf12,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.