Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/2097
Título: Selecção do melhor descolorante para a eliminação da cor residual num efluente têxtil
Autor: Melro, Paula Cristina Paiva
Orientador: Morais, Cristina
Quelhas, Luís
Palavras-chave: Coagulação/floculação
Descoloração
Jar-test
Efluente têxtil
Data de Defesa: 2009
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Resumo: A indústria têxtil consome quantidades consideráveis de água durante os processos de tingimento e acabamento. Os corantes são usados extensivamente e os efluentes descarregados no rio ou enviados para tratamento são altamente contaminados. A visibilidade de cor nos cursos de água pode provocar, para além do mau aspecto visual, forte interferência nos processos fotossintéticos naturais. Assim, com este trabalho pretendeu-se seleccionar o descolorante mais eficaz na eliminação da cor de efluentes têxteis reais pela metodologia jar-test. Foram usados neste estudo os efluentes reais de três empresas têxteis (A, B e C) e um outro, que se tratava de uma mistura de um efluente industrial têxtil com esgoto doméstico. As recolhas das amostras foram efectuadas ao longo de doze semanas nas respectivas empresas e na Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) onde a referida mistura de efluentes era tratada. Os descolorantes que foram testados são 9 produtos da Quimitécnica de entre os quais, o Superfloc C 592 e o Optifloc 340 em solução com PAX 18, BWD 01 e o Sinorfloc DSM, da ETAR foi usado um descolorante denominado por produto X. Nas empresas os descolorantes designados por produto F e produto X, foram comparados com os da Quimitécnica. Numa primeira fase, iniciaram-se os ensaios de coagulação/floculação com o efluente recolhido na ETAR. Os ensaios foram realizados com os descolorantes da Quimitécnica e, após análise do seu comportamento perante o efluente real, compararam-se os resultados com os obtidos nos ensaios realizados com o descolorante usado actualmente na ETAR (produto X). Os melhores resultados foram obtidos com o descolorante 340/18/55, na 10ª semana, com uma percentagem de remoção de sólidos suspensos totais (SST) de 96%, de 91% na carência química de oxigénio (CQO) e de 87% na cor. Relativamente ao tratamento e deposição das lamas, este descolorante apresentou um custo total associado de 28.892,46 € enquanto que com o produto X o custo foi de 32.471,68 €. No que diz respeito ao efluente da empresa A, dos descolorantes testados (produto F, X, R, 340/18/10, 340/18/25, 92/18/50, 340/18/55, BWD 01, 340 e Sinor Floc ), aquele que conduziu aos melhores resultados foi também o 340/18/55. Apesar de não ter atingido uma grande percentagem de remoção de SST, (19%), foi possível alcançar boas percentagens de remoção nos outros parâmetros (82% para cor e CQO). O índice volumétrico de lamas, IVL, obtido (23 ml/l) foi superior ao dos outros descolorantes, indiciando a sua maior capacidade de remoção. No que diz respeito à empresa B, o seu efluente apresentou grandes dificuldades de descoloração, não sendo possível apontar apenas um dos descolorantes com melhor desempenho. Assim considera-se que os produtos possíveis de remover a cor ao efluente desta empresa seriam o produto F e os descolorantes 340/18/55 e 340/18/25. Relativamente ao efluente da empresa C, e uma vez que as condições de amostragem não permitiram obter uma amostra representativa, os resultados obtidos não foram considerados. Além dos parâmetros já referidos e que determinaram a selecção dos descolorantes dos diferentes efluentes, analisaram-se ainda outros, nos clarificados após os ensaios de coagulação/floculação, e nos efluentes brutos. Determinou-se o pH, CQO, condutividade, SST, sólidos suspensos voláteis (SSV), alcalinidade, cor, fósforo, azoto Kjeldhal e IVL. Comprovou-se que o efluente da ETAR é mais fácil de se descolorar, conseguindo- -se melhores percentagens de remoção dos parâmetros analisados do que com os efluentes das empresas. Isto acontece porque o efluente da ETAR não é apenas efluente têxtil. O facto de ser também composto com efluente doméstico faz com que o pH do efluente final seja mais baixo, tornando-se mais fácil a remoção dos parâmetros devido à gama de trabalho do descolorante. Por fim, verifica-se que em nenhum dos ensaios ao longo do trabalho experimental foi possível atingir as condições ideais pretendidas: a dose mínima de descolorante, um IVL baixo e um clarificado muito bom apresentando, portanto, um valor de cor baixo e um teor de CQO também baixo.
The textile industry consumes considerable amounts of water during the processes of dyeing and finishing. The dyes are extensively used and the effluent discharged into the river or sent to treatment are highly contaminated. The visibility of color in waterways can cause, in addition to poor visual appearance, strong interference in the natural photosynthetic processes. Thus, this work intended to select the bleaching more effective in removing color from real textile effluents by jar-test method. Were used in this study, the real wastewater of three textile companies (A, B and C) and another that it was a mixture of a textile effluent with sewage. The collection of samples were carried out over twelve weeks in the respective companies and Station of Wastewater Treatment Plant (WWTP) where that mixture of sewage was treated. The bleachers that were tested are 9 products of Quimitécnica, among which, Superfloc C-592 and Optifloc 340 in solution with PAX 18, BWD 01 and Sinorfloc DSM, the WWTP was used by a bleaching called product X. at the companies the bleaching used call product F and X. Initially, we studied the tests for coagulation / flocculation with the effluent collected from the WWTP.The tests were performed with bleaching of Quimitécnica and, after analyzing its behavior before the real effluent, compared the results with those obtained in tests with the currently used in the WWTP (product X). The best results were obtained with the bleaching 340/18/55, at 10th week, with a percentage removal of total suspended solids (TSS) of 96%, 91% in chemical oxygen demand (COD) and 87% in color. For the treatment and disposal of sludge, this bleaching showed a total cost of € 28,892.46, while with the product X the total cost was € 32,471.68. With regard to the effluent of company A, the bleachings tested (product F, X, R, 340/18/10, 340/18/25, 92/18/50, 340/18/55, BWD 01, 340 and Sinor Floc), that one which led to better results was also the 340/18/55. Despite not reaching a large percentage of TSS removal, (19%) was achieved good rates of removal in the other parameters (82% for color and COD). The sludge volume index, SVI, obtained (23 ml/l) was higher than that of other bleaching, indicating its greater capacity to remove. With regard to company B, its effluent presented major difficulties of clearing, it was not possible to identify only one of the best performing bleaching. Thus it is considered that the possible products to remove the color of the effluent of this company would be the product F, 340/18/55 and 340/18/25. For the effluent from Company C, and since the conditions of sampling didn’t produce a representative sample, the results were not considered. Besides the parameters mentioned above and that determined the selection of the different bleaching effluents were analyzed further in the clarified, after the tests of coagulation/ flocculation, and in the raw sewage. Determinations of pH, COD, conductivity, TSS, volatile suspended solids (VSS), alkalinity, color, phosphorus, nitrogen Kjeldhal and SVI. It was proved that the effluent from the WWTP is easier to discolor, achieving the better removal percentages of the parameters analyzed than the effluent of companies. This is because the WWTP effluent isn’t only textile effluent. The fact that it is also composed of municipal sewage causes the pH of the final effluent to be lower, making it easier to remove the parameters of the breadth of work of bleach. Finally, it appears that none of the tests throughout the experimental work attain the desired ideal conditions: the minimum dose of bleach, a low SVI and a good clarified which means a low color value and a content of COD also low.
Descrição: Mestrado em Engenharia Química
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/2097
Aparece nas colecções:ISEP - DM – Engenharia Química

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_PaulaMelro_2009_MEQ.pdf5,11 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.