Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/2062
Título: Concepção e instalação de tabelas multifunções para recintos desportivos cobertos
Autor: Vieira, José Manuel da Costa
Orientador: Vale, Zita
Castanheira, Luís
Palavras-chave: Recintos desportivos
Tabelas multifunções
Data de Defesa: 2010
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Resumo: Os pavilhões desportivos cobertos, são recintos usualmente preparados para a prática de várias modalidades desportivas, como seja a exemplo o Andebol, Basquetebol e Hóquei em Patins, entre outros. O cumprimento das regras e práticas desportivas destas modalidades, origina a ocupação de espaços comuns no mesmo recinto, potencializando deste modo, a necessidade da reconfiguração do recinto de jogo. Esta reconfiguração, ocorre normalmente pela montagem/desmontagem de tabelas delimitadoras de áreas, de acordo com a modalidade interveniente, operação que tipicamente exige a permanência de uma equipa específica de colaboradores, para treinos e jogos, com os subsequentes custos de mão-de-obra daí inerentes. Após pesquisa de sistemas de reconfiguração diferentes dos habitualmente utilizados, o F.C. do Porto constatou no Complexo Desportivo de Camp Nou em Barcelona, a existência de um sistema hidráulico automatizado de elevação de tabelas delimitadoras, com os consequentes benefícios ao nível dos tempos e custos de operação do sistema, mas cuja aquisição/implementação é demasiado elevado. Pelo que ao F.C. do Porto é dado a conhecer, mais nenhum recinto desportivo na Europa para além do Pavilhão Palau Blaugrana em Barcelona, tem implementado outro tipo de tabelas diferentes das tradicionais. Tendo em consideração a sua experiência em manutenção e exploração de instalações e equipamentos desportivos, o F.C. do Porto sugeriu à Porto Estádio, que através do seu Departamento de Engenharia e Manutenção, fosse desenvolvido um sistema de elevação de tabelas delimitadoras para a prática da modalidade de Hóquei em Patins, que pudesse reconfigurar o recinto de jogo, do novo Pavilhão Dragão Caixa, com custos substancialmente reduzidos, sejam estes relacionados com a implementação inicial do sistema, seja com futuros custos operacionais ou de manutenção. Apesar do conhecimento adquirido na gestão, manutenção e exploração de instalações desportivas, para dar início ao desenvolvimento do trabalho solicitado, foi necessária uma pesquisa a alguns dos actuais recintos desportivos, que fossem dotados de tabelas, para a prática da modalidade de Hóquei em Patins. No cumprimento e prossecução dos objectivos propostos pelo F.C. do Porto, foi inicialmente desenvolvido um primeiro protótipo em escala reduzida, o qual era demonstrativo do funcionamento básico de abertura e fecho das tabelas. Tendo sido aprovado o tipo de fecho e abertura, foi concebido um protótipo semelhante ao inicialmente construído, mas incorporando este, componentes mecânicos e eléctricos, nomeadamente, mola de torção, actuador hidráulico e electroíman. Estes componentes foram necessários para o funcionamento de abertura automática, dado que, o peso estimado da tabela real de 230kg, não poderia ser movimentado, através de um só colaborador. O protótipo final das tabelas, construído à escala real, com dimensões de (4500x1300x70) mm, para além de incluir todos os componentes de funcionamento, foi também revestido com materiais iguais aos utilizados no restante pavimento, factor relevante, para que as autoridades desportivas aceitassem a proposta construtiva. Os componentes mecânicos, nomeadamente o actuador hidráulico e a mola de torção, foram sujeitos a testes de fadiga nomeadamente no ISQ - Instituto de Soldadura e Qualidade e INEGI – Instituto de Engenharia Mecânica e Gestão Industrial, sendo que neste último, o estudo mais pormenorizado da mola, será objecto de tese de mestrado de um aluno da FEUP – Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto No que respeita ao funcionamento automático do sistema e para demonstrar aos responsáveis do F.C. do Porto, o virtual funcionamento das 20 tabelas que o compõem, foi desenhada e programada uma consola, em programação Visual Basic, simulando a abertura e fecho das tabelas no recinto de jogo. Esta programação em Visual Basic, serviu de base à programação do autómato tipo utilizado para controlo e comando do sistema de tabelas. Tendo sido inaugurado em 23 de Abril de 2009, o pavilhão desportivo do F.C do Porto, presentemente designado por “Dragão Caixa”, é actualmente o único recinto desportivo cuja pista possui as dimensões e características exigidas pela FIRS – Federação Internacional de Patinagem, para as competições internacionais das selecções nacionais dos países membros desta federação.
The sports halls are used for a variety of sports, such as Handball, Basketball and Roller Hockey, among others. The rules and laws required for the practice of this different sport, demand in many occasions the use of the same physical space inside the sport facility. The use of the same space enhances the need for the reconfiguration of the actual sport court. This reconfiguration typically consists on the assembly/disassembles of outline tables areas, in agreement with the specific sport that will be practiced. This interventions requires a permanent specific team of employees, present during the training sessions and the official games. This brings subsequent increased labor costs. After a research for different reconfiguration systems usually used, FC Porto found in the Sports Complex at Camp Nou in Barcelona, the existence of an automated hydraulic lift table lamps, that has big benefits in terms of time reduction and operation costs, but whose acquisition/implementation cost is too high. As far as the FC Porto is aware, no other sports venue in Europe apart from the Palau Blaugrana pavilion in Barcelona, has implemented this or other type of reconfiguration system that differ from the traditional ones. Given the long experience in maintenance and operation of sports facilities and equipment, FC Porto suggested to Porto Estádio that through its Department of Engineering and Maintenance develop a system for lifting outline tables used in Roller Hockey practice. This system would have the ability to reconfigure the new Dragão Caixa Arena sport court, but at substantially reduced cost, either in the initial system implementation and in the future operation costs and maintenance. Despite the knowledge gained in the management, maintenance and operation of sports facilities, it was necessary for the development of this work to start with a survey of some of the existing sports venues which were equipped with tables for this specific sport, the Roller Hockey. It was in compliance with the goals proposed by FC Porto that was initially developed a first prototype on a small scale, which was a clear demonstration of the basic opening and closing of the tables. After aproving the type of opening and closure procedure, we designed a prototype similar to the initially built, but incorporating the mechanical and electrical components like the torsion spring, hydraulic actuator and electromagnet. These components were necessary for the operation of automatic opening, since the estimated weight of the real table is 230kg, it would not be possible to be moved manually by a single person. The final prototype of the tables, built to scale, with dimensions of 4500x1300x70 mm, in addition to include all the components for a correct functioning, was also coated with materials similar to those used in the remaining deck. This was relevant for the sports authorities to accept our proposal. The mechanical components, hydraulic actuator and torsion spring, were subjected to fatigue testing in the ISQ - Welding and Quality Institute and in the INEGI - Institute of Mechanical Engineering and Industrial Management, in this last institute the detailed study of this spring, will be the theme for a master's thesis of a student of FEUP - Faculty of Engineering, University of Porto About the automatic operation of the system and to demonstrate to the directors of FC Porto the virtual operation of the 20 tables that comprise it, we designed and programmed a console in Visual Basic language, simulating the opening and closing of the tables in the game deck. This program in Visual Basic was the basis for programation of the PLC used for the command and control of the tables system. Having been inaugurated on the 23rd of April 2009, the sports hall of FC Porto, referred to as "Dragon Box", is currently the only sports venue whose track has the dimensions and characteristics required by the FIRS – International Federation of Roller Sports, for international competitions of national teams who are members of these federation.
Descrição: Mestrado em Engenharia Electrotécnica – Sistemas Eléctricos de Energia
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/2062
Aparece nas colecções:ISEP - DM – Engenharia Electrotécnica – Sistemas Eléctricos de Energia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_Jose Vieira_2010_MEESE.pdf7,69 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.