Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/1989
Título: Minimização de odores em contentores de resíduos sólidos
Autor: Lima, Ana Raquel Gomes de
Orientador: Figueiredo, Sónia Adriana
Lopes, Manuel
Palavras-chave: Odor
Emissões
COVs
Contentores de RSU
Data de Defesa: 2008
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Resumo: A emissão de odores associada aos contentores de resíduos sólidos, constitui actualmente um dos impactos ambientais mais sensíveis, nomeadamente em meios urbanos. Alguns dos compostos odoríficos podem constituir, quando em concentrações elevadas, uma ameaça para a segurança e saúde dos trabalhadores e das pessoas que a eles estão expostos. Os odores que ocorrem nos contentores de resíduos sólidos urbanos (RSU) têm origem, essencialmente em compostos sulfurados ou azotados, resultantes da decomposição anaeróbia da matéria orgânica: ácido sulfídrico (H2S), mercaptanos (CH3SH) e amoníaco (NH3). Existem vários factores que fazem com que haja emissão de odores oriundos dos contentores nomeadamente, o elevado tempo de residência dos resíduos, as temperaturas elevadas e as condições anaeróbias a que ficam sujeitos os resíduos orgânicos. Este trabalho, teve por objectivo identificar potenciais soluções para minimizar a ocorrência de odores provenientes de contentores de RSU. Realizaram-se ensaios para avaliar o efeito dos compostos testados na redução de emissão de odores, recorrendo à cromatografia em fase gasosa para quantificação dos compostos orgânicos voláteis e a testes olfactométricos. Dos compostos avaliados para a minimização de odores nos contentores de resíduos sólidos, verifica-se que o carvão activado em pó (PAC) foi o composto cuja capacidade na remoção de compostos orgânicos voláteis (COVs) foi a mais elevada (92%). Um outro composto que mostrou ter aptidão para a remoção de compostos orgânicos voláteis foi o óxido de zinco, que quando adicionado isoladamente contribuiu para uma remoção de 58 % de COVs. Por fim, o composto que também evidenciou uma capacidade de remoção de COVs significativa, foi o peróxido de hidrogénio, contribuindo para uma remoção de 56 %. Ainda assim, a combinação deste agente oxidante com sulfato de ferro (II) apresentou um efeito significativo na remoção de COVs. O permanganato de potássio, o zeólito ZEO CEM e a substância absorvedora de humidade não tiveram efeitos significativos na remoção de COVs.
The emissions of odors associated with containers of solid waste, is currently one of the most sensitive environmental impacts, particularly in urban areas. Some of the compounds can be smelly and, in high concentrations, may become a threat to the safety and health of workers and people who are exposed to them. The odors that occur in containers of municipal solid waste (MSW) have their origin, mainly in sulfur or nitrogen compounds, resulting from the anaerobic decomposition of organic matter: hydrogen sulphide (H2S), mercaptans (CH3SH) and ammonia (NH3). There are several factors that cause the emissions of odors from the containers, specially the high residence time of waste, the high temperature and the anaerobic conditions that organic waste was subjected. This work sets out potential solutions to minimize odors in containers of MSW. There were made several tests to evaluate the effect of the compounds tested upon odors reduction. Gas phase chromatography was used to measure the volatile organic compounds(COVs) and olfactometric tests were also performed. Powdered activated carbon (PAC) presents the higher ability to remove COVs, with an efficiency of 92%. Another compound that has demonstrated ability to remove volatile organic compounds was zinc oxide, which contributed to a removal of 58%. Finally, a compound that also showed capacity to remove a significant amount of COVs, was the hydrogen peroxide, contributing to a removal of 56%. Still, the combination of oxidizing agent with iron (II) sulphate had a significant effect on the removal of COVs. Potassium permanganate, zeolite ZEO CEM and the absorbent had no significant effects on the removal of COVs.
Descrição: Mestrado em Engenharia Química
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/1989
Aparece nas colecções:ISEP - DM – Engenharia Química

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_AnaLima_2008_MEQ.pdf628,34 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.