Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/1963
Título: A efectividade da intervenção da fisioterapia nas disfunções crânio- cervico-mandibulares
Autor: Serapicos, Ana
Orientador: Rodrigues, Elisa
Palavras-chave: Disfunção da ATM
Disfunção da coluna cervical
Oclusão
Músculos mastigatórios
Terapia Manual
TMJ dysfunction
Cervical spine dysfunction
Occlusion
Masticatory muscles
Manual therapy
Data de Defesa: 2011
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Resumo: Introdução: As teorias etiológicas recíprocas que relacionam as disfunções da articulação temporo mandibular (ATM) com as disfunções da coluna cervical, os seus critérios de diagnóstico e formas de tratamento, não reúnem consenso, constituindo, actualmente, uma temática de debate e investigação. Objectivo: Descrever a avaliação e intervenção em fisioterapia, e os seus resultados numa utente com disfunção do complexo crânio-cervico-mandibular. Métodos: Foi realizado um estudo observacional descritivo, do tipo estudo de caso, reportando-se a uma enfermeira, de 28 anos, com quadro sintomatológico compatível com disfunção crânio-cervico-mandibular, com antecedentes de condilectomia e artroplastia da ATM, aos 14 anos. Inicialmente a utente apresentava dor irradiada na região cervical (7/10) e limitação dos movimentos articulares da coluna cervical. Referia, também, dor na região do ptérion direito (6/10), limitação dos movimentos da mandíbula, desvio lateral na abertura da boca e dificuldades funcionais na mastigação. A avaliação inicial e final (após tratamento), foi efectuada recorrendo-se à utilização do Goniometro CROM e da Therabite Range of Motion Scale, para medição das amplitudes articulares da cervical e ATM, respectivamente; Estetoscópio, para avaliação dos sons articulares da ATM; Escala Visual Analógica para graduação da dor. A intervenção decorreu ao longo de 10 sessões, bissemanais. No tratamento, foram aplicadas técnicas sobre os trigers points da musculatura cervical e músculos da mastigação; Mobilização passiva da cervical e ATM; Manipulação dos segmentos vertebrais cervicais e torácicos; Streching e técnicas de energia muscular; Técnicas funcionais para a ATM; Técnicas miofasciais para a coluna cervical e ATM; Exercícios de controlo motor da coluna cervical. Resultados: No final do tratamento, as amplitudes dos movimentos cervicais estavam completas e sem dor (0/10), mantendo, sensibilidade dolorosa à palpação das espinhosas de C5-C6 (1/10). Relativamente à ATM, verifica-se a abolição da dor (0/10) e a ausência do desvio lateral da mandíbula na abertura da boca, bem como, o aumento das amplitudes de movimento na abertura da boca (33 para 36 mm), e no desvio lateral esquerdo (2 para 2,8 mm). Conclusão: os resultados sugerem que a intervenção, com recurso a técnicas de terapia manual, no caso em estudo, parecem surtir efeitos positivos no quadro sintomatológico e funcional da utente.
Introduction: The reciprocal etiological theories that relate the dysfunctionS of the TMJ to the dysfunctions of the cervical spine, diagnostic criteria and ways of treatment do not meet a consensus, currently constituting a topic of discussion and investigation.Objective: To describe an evaluation and intervention in physiotherapy and its results in a patient with a dysfunction of the cranium cervical mandibular complex. Method: A descriptive observation study was carried out, a case study, about a 28 year-old nurse with symptomatology compatible with a cranium cervical mandibular dysfunction who underwent, at 14, a condylectomy and arthroplasty of the TMJ. Initially, the patient presented with pain radiating to the cervical area (7/10) and limitation of joint movements of the cervical spine. The patient also refers to pain in the region of the right pterion (6/10) presenting with some limitation and deviation on mouth opening and functional difficulties in chewing. The initial and final assessment was made ( after the treatment) resorting to the use of the Goniometer CROM and the Therabite Range of Motion Scale to measure the cervical range of motion and the TMJ, respectively, the Stethoscope for the assessment of the joint sounds of the TMJ and the Visual Analogue Scale to grade the pain. The intervention took place over 10 sessions, twice a week. In the treatment, techniques on triggers points of the cervical and chewing muscles were applied; passive mobilization of the cervical and of the TMJ; manipulation of the cervical and thoracic vertebral segments, streching and techniques of muscle energy; functional techniques for the TMJ; myofascial techniques for the cervical spine and the TMJ; motor control exercises of the cervical spine. Results: At the end of the treatment the cervical range motion was completed and painless (0/10) but some tenderness remained on palpation of the spinous processes of C5-C6 (1/10). Regarding the TMJ the lack of pain was noted (0/10) and also the absence of the lateral deviation of the mandible when opening the mouth, as well as the increase of the amplitude of the mouth opening ( from 33 to 36 mm) and of the left side deviation ( from 2 to 2,8 mm). Conclusion: The results suggest that the intervention of manual therapy thechniques, in this particular case, seem to have positive benefits regarding the symptomatology of the patient.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/1963
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Fisioterapia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_AnaSerapicos_2011.pdf1,4 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.