Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/1953
Título: Efeito de um programa de exercícios segundo Pilates em indivíduos com asma controlada – controlo motor vs. função ventilatória
Autor: Montes, António
Orientador: Carvalho, Paulo
Palavras-chave: Asma
Controlo motor
Função ventilatória
Core abdominal
Pilates
Asthma
Motor control
Respiratory function
Data de Defesa: 2011
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Resumo: Introdução: Embora existam estratégias para coordenar as funções postural e ventilatória numa situação normal, isto pode não ser verdade quando a necessidade para uma das funções está aumentada, como por exemplo em patologia respiratória (asma) ou no exercício físico, em que subsistem maiores necessidades ventilatórias. O método Pilates, que foca a relação entre o corpo e a disciplina mental, visa prosperar a saúde e o bem-estar pelo enfatizar da boa postura, do alinhamento corporal e da coordenação da ventilação com o movimento. Objectivo: Comparar características de controlo motor e parâmetros ventilatórios em asmáticos controlados e indivíduos sem patologia, e verificar o efeito de um programa de exercícios segundo Pilates nesses outcomes em indivíduos com asma controlada. Métodos: Estudo quasi-experimental, com uma amostra constituída por 21 estudantes voluntários, 7 pertencentes ao “grupo sem patologia”, 7 ao “grupo controlo asmático” e 7 ao “grupo experimental asmático”. Para avaliação do timing de ativação e do padrão de recrutamento muscular no movimento rápido do membro superior foi utilizada eletromiografia de superfície do Diafragma, Eretor da Coluna, Multífidos, Oblíquo Externo, Reto Anterior e Transverso Abdominal/Oblíquo Interno. Foram também avaliados parâmetros de função ventilatória: a percentagem de volume expiratório forçado no primeiro segundo do previsto, o débito expiratório máximo instantâneo, a ventilação máxima voluntária, a pressão inspiratória máxima e a pressão expiratória máxima. As avaliações decorreram antes e após 8 semanas da aplicação de um programa de exercícios segundo Pilates no grupo experimental asmático, com exceção do grupo sem patologia que realizou apenas o primeiro momento de avaliação. Resultados: O grupo controlo asmático apresentou um timing de ativação significativamente maior do Transverso Abdominal/Oblíquo Interno e do Diafragma, em relação ao grupo sem patologia. Nos parâmetros ventilatórios, o grupo controlo asmático apresentou menores valores de percentagem de volume expiratório no primeiro segundo do previsto, de débito expiratório máximo instantâneo e de pressão expiratória máxima. Após a realização do programa de exercícios segundo Pilates verificaram-se alterações significativas no timing de activação do Eretor da Coluna, do Multífidos, do Transverso/Oblíquo Interno e do Diafragma, tendo ambos diminuído no grupo experimental asmático. Ainda, o grupo experimental asmático, em relação aos parâmetros ventilatórios, apresentou diferenças significativas no débito expiratório máximo instantâneo, na ventilação máxima voluntária e na pressão expiratória máxima, tendo ambos aumentado estes valores. Conclusão: Os asmáticos controlados parecem possuir características de controlo motor, especificamente no timing de ativação, e valores de parâmetros ventilatórios diferentes em comparação aos indivíduos sem patologia. O programa de exercícios segundo Pilates, implementado no grupo experimental asmático, parece ter influenciado positivamente esses outcomes.
Introduction: Although there are strategies to coordinate the postural and ventilatory functions in a normal situation, this may not be true when the need for a function is increased, for example in respiratory disease (asthma) or in the exercise, where there are still more ventilation requirements. The Pilates method, which focuses on the relationship between the body and mental discipline, aims to prosper the health and well-being by emphasizing good posture, body alignment and coordination with the movement of ventilation. Objective: Compare features of motor control and ventilatory parameters in controlled asthmatics and individuals with no pathology, and check the effect of a Pilates exercise program in these outcomes in patients with controlled asthma. Methods: Quasiexperimental study with a sample of 21 student volunteers, 7 belonging to “the group without pathology”, 7 to “asthmatic control group” and the other 7 to “asthmatic experimental group”. To evaluate the timing of activation and the pattern of muscle recruitment in fast motion of the upper limb was used surface electromyography of the diaphragm, erector spinae, multifidus, external obliques, rectus and transversus abdominis / internal oblique. We also evaluated parameters of ventilatory function: the expected value for percentage of forced expiratory volume in one second, and peak expiratory flow rate, maximum voluntary ventilation, maximal inspiratory pressure and maximum expiratory pressure. Assessments took place before and after 8 weeks of the application of a Pilates exercise program in “asthmatic experimental group”, except for the group without pathology who performed only the first moment of evaluation. Results: The asthmatic control group had a significantly higher activation timing of the transversus abdominis/internal oblique and diaphragm, compared to the group without pathology. In the ventilatory parameters asthmatic control group had lower values of percentage of forced expiratory volume in one second than expected, the peak expiratory flow rate and maximum expiratory pressure. After of the Pilates exercise program there were significant changes in the timing of activation of the erector spinae, the multifidus, transversus / internal oblique and diaphragm, both of which decreased in the asthmatic experimental group. Still, in relation to ventilatory parameters, asthmatic experimental group had significant differences in peak expiratory flow rate, maximum voluntary ventilation and maximal expiratory pressure, both of these values increased. Conclusion: The controlled asthmatics seem to possess characteristics of motor control, specifically the timing of activation, and different values of ventilatory parameters compared to those without disease. The Pilates exercise program, implemented in the asthmatic experimental group, seems to have positively influenced these outcomes.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/1953
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Fisioterapia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_AntonioMontes_2011.pdf790,55 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.