Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/1942
Título: Efeito da manipulação lombar em pacientes com dor lombar aguda
Autor: Jorge, Sílvia
Orientador: Bessa, Isabel
Palavras-chave: Dor lombar
Funcionalidade
Manipulação lombar
Terapia Manual
Lumbar pain
Functionality
Lumbar manipulation
Manual therapy
Data de Defesa: 2011
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Resumo: Introdução: A manipulação vertebral é um procedimento de terapia manual realizada em alta velocidade, pequena amplitude e normalmente no final de movimento. Estudos recentes sugerem a manipulação da coluna lombar com efeitos directos nos mecanismos neurofisiológicos da dor assim como na funcionalidade. Objectivo: Avaliar os efeitos, na dor e na funcionalidade, da manipulação lombar, em pacientes com dor lombar aguda de origem mecânica, no dia seguinte à manipulação. Materiais e Métodos: Participaram neste estudo três pacientes de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 31 e 35 anos, com queixas de dor lombar há menos de oito dias e que apresentavam restrição e dor nos movimentos de flexão lombar. Foi utilizado o teste de Mitchell para identificar as vértebras lombares disfuncionais. Os instrumentos utilizados foram a escala numérica da dor (END) para avaliar a dor e o questionário de incapacidade lombar Roland Morris (QIRM) para avaliar a funcionalidade. Os utentes foram avaliados antes da manipulação e no dia seguinte à sua aplicação. Em cada paciente foi realizada apenas uma manipulação lombar. Resultados: No dia seguinte à intervenção os pacientes apresentaram diminuição da dor (6/10 vs 0/10; 5/10 vs 3/10; 4/10vs 1/10) e melhoria da funcionalidade (7/24 vs 1/24; 16/24 vs 9/24; 8/24 vs3/24). Conclusão: Com base nos resultados obtidos pode concluir-se que, nestes três casos, a manipulação lombar utilizada, teve efeitos positivos na redução da dor e no aumento da funcionalidade.
Introduction: Vertebral manipulation is a manual therapy procedure conducted at high speed, low amplitude and usually at the end of movement. Recent studies suggest lumbar column manipulation as having direct effect on both functionality and neurophysiological mechanisms of pain. Objective: To evaluate, in terms of pain and functionality, the effects of lumbar manipulation in patients with acute lumbar pain of mechanical origin in the day after the manipulation. Methods: In this study participated three patients of both genders, with ages ranging from 31 to 35 years old and who complained of lumbar pain lasting for less than eight days, and who presented pain and restriction in lumbar flexion movements. Mitchell’s test was used in order to identify the dysfunctional lumbar vertebrae. Used instruments comprised the numeric pain scale to evaluate pain and the Roland Morris Disability Questionnaire to evaluate functionality. Patients were evaluated before the manipulation and in the day after the intervention. A single lumbar manipulation was performed in each of the patients. Results: In the day after the intervention patients registered diminished pain (6/10 vs 0/10; 5/10 vs 3/10; 4/10 vs 1/10) and functionality improvement (7/24 vs 1/24; 16/24 vs 9/24; 8/24 vs 3/24). Conclusion: Based on the obtained results it can be concluded that, in these three cases, the performed lumbar manipulation had positive effects in pain reduction and functionality increase.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/1942
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Fisioterapia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_SilviaJorge_2011.pdf662,22 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.