Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/1941
Título: Os efeitos de um programa de exercício supervisionado em indivíduos com factores de risco cardiovascular no Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Arouca
Autor: Barbosa, Marisela
Orientador: Silva, Pedro
Noites, Andreia
Palavras-chave: Reabilitação cardíaca
Programa educacional
Exercício físico
Prova de esforço
Prevenção primária
Factores de risco cardiovascular
Cardiac rehabilitation
Education program
Exercise
Stress test
Primary prevention
Cardiovascular risk factors
Data de Defesa: 2011
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Resumo: Introdução: Estudar os factores de risco cardiovasculares (FRCV), permitem tomar medidas preventivas em relação ao estado de saúde, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos indivíduos e ajudando a prevenir a ocorrência de um evento cardiovascular. Objectivo: O principal objectivo deste estudo é comprovar se o programa de exercício físico supervisionado melhora a condição física e a capacidade funcional. Como objectivo secundário, foi analisada a correlação existente entre as diferentes variáveis, após realização do programa. Métodos: Vinte sujeitos de Arouca, constituíram a amostra do estudo, dividindo-se em grupo de controlo (n=10) e grupo experimental (n=10). Todos os indivíduos receberam informação para controlo e prevenção dos FRCV, através de palestras educacionais. Apenas o grupo experimental participou no programa de exercício, com a duração de 12 semanas / 36 sessões. Foi feito o levantamento e registo dos valores das provas de esforço (Frequência Cardíaca (FC) máxima, equivalente metabólicos (MET´s) máximos e duplo produto (DP) máximo), avaliação antropométrica (índice de massa corporal (IMC), perímetro abdominal, peso, gordura visceral, massa muscular, gordura total), FRCV (Tensão Arterial, colesterol total, colesterol HDL, triglicerídeos, proteína C reactiva) e os níveis de ansiedade e depressão antes e após o programa. Por fim, verificou-se a correlação entre as variáveis. Foi utilizada a estatística inferencial e um nível de significância de 5% (α=0,05). Resultados: Na análise comparativa intergrupo da variável diferença (MII-MI), registaram-se diminuições estatisticamente significativas da variável perímetro abdominal (p=0,02) e aumento estatisticamente significativo da variável MET´s máximo (p=0,01). As principais correlações foram encontradas entre as variáveis antropométricas: peso – gordura visceral (r2=0,824; p<0,001), peso – perímetro abdominal (r2=0,560; p=0,013), peso – IMC (r2=0,527; p=0,017), IMC – peímetro abdominal (r2=0,770; p=0,001). Conclusões: Conclui-se que o programa de exercício parece aumentar a tolerância ao esforço máximo e diminui o perímetro abdominal dos indivíduos em estudo.
Introduction: The study of cardiovascular risk factors (CVRF), allows for preventative measures regarding health, contributes to improving the quality of life of individuals and helps to prevent the occurrence of a cardiovascular event. Objective: The main objective of this study is to prove that the program of supervised physical exercise improves the physical condition and functional capacity. As a secondary objective, we analyzed the correlation between different variables, after completion of the program. Method: Twenty subjects of Arouca, constituted the study sample, divided into control group (n = 10) and experimental group (n = 10). All the individuals received information for control and prevention of cardiovascular risk factors through educational lectures. Only the experimental group participated in the exercise program, with 36 sessions lasting 12 weeks. A survey was conducted and scores were registered (heart rate (HR), metabolic equivalent (MET's), and (DP) double product maximum, anthropometric rate (body mass index (BMI), waist circumference, weight, visceral fat, muscle mass, total fat), cardiovascular risk factors (blood pressure, total cholesterol, HDL cholesterol, triglycerides, C reactive protein) and levels of anxiety and depression before and after the program. Lastly, the correlation between variables was verified. We used inferential statistics at a significance level of 5% (α= 0.05). Results: The comparative analysis of variable intergroup difference (MII-MI, there were statistically significant decreases in waist circumference variable (p = 0.02) and statistically significant increase of the variable's maximum MET (p = 0.01). The main correlations were found between the anthropometric variables: weight - visceral fat (r2=0,824; p«0,001), weight - waist circumference (r2 = 0.560, p = 0.013), weight - BMI (r2 = 0.527, p = 0.017), BMI - abdominal circumference (r2 = 0.770, p=0,001). Conclusion: It is concluded that the exercise program appears to increase exercise tolerance and reduces the maximum abdominal circumference of the individuals under study.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/1941
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Fisioterapia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_MariselaBarbosa_2011.pdf6,94 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.