Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/1899
Título: Satisfação de utentes do ACES Tâmega I – Baixo Tâmega
Autor: Machado, Carla
Orientador: Ferreira, Pedro
Palavras-chave: Cuidados de saúde primários
Satisfação de utentes
USF e UCSP
Primary health care
Patient´s satisfaction
Cuidados de salud primários
Satisfacción de usuários
USF y UCSP
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Instituto Politécnico de Bragança
Instituto Politécnico do Cávado e do Ave
Instituto Politécnico de Viana do Castelo
Resumo: A reforma dos cuidados de saúde primários surgiu, em 2005, com o objectivo principal de criar um novo modelo de organização dos cuidados de saúde primários mais próximo dos cidadãos e mais eficiente, tendo surgido, neste contexto, as Unidades de Saúde Familiares (USF) e, mais recentemente, as Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP). Importa agora determinar a avaliação que os utentes destas unidades fazem dos cuidados que lhes são prestados. O presente estudo pretende avaliar a satisfação dos utentes das UCSP e USF do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES)Tâmega I- Baixo Tâmega e identificar os factores que a influenciam, tendo sido utilizado para tal uma versão adaptada e validada do questionário Europep. Os resultados demonstram queos utentes do ACES Tâmega I - Baixo Tâmega avaliam favoravelmente os cuidados de saúde. As dimensões com maior satisfação são a “relação e comunicação”, com destaque para o tempo dedicado pelo pessoal de enfermagem, os“recursos humanos”, com destaque para a competência, cortesia e carinho do pessoal de enfermagem e as“instalações”. Os níveis mais baixos de satisfação, embora positivos, são relativos à organização dos serviços e continuidade e cooperação. O tempo de espera na sala de espera, referente à organização dos serviços, é,entre todos, o aspecto com pior avaliação distanciando-se significativamente de todos os outros itens avaliados. Também na análise dos comentários relativos a surpresas agradáveis e desagradáveis encontradas nas unidades verifica-se que os aspectos organizacionais são os que mais desagradam os utentes e os relacionais os que mais agradam. Verifica-se que a idade, estado civil, escolaridade, utilização da unidade de saúde e tipo de unidade determinam diferenças na satisfação. Os utentes das USF recomendam mais a sua unidade de saúde e encontram-semais satisfeitos em todas as dimensões da satisfação avaliadas, sendoesta discrepância mais acentuada a nível da organização dos serviços e resposta às necessidades.
The reform of primary health care came in 2005 with the main objective of creating a new organizational model of primary health care services closer to citizens and more efficient, having arisen in this context, the Family Health Units (USF) and, more recently, Personalized Healthcare Units (UCSP). It matters now determinate the evaluation that users of these units do of the health care provided to them. This study aims to evaluate the satisfaction of the users of the UCSP and USF of ACES Tâmega I - Baixo Tâmega and identify the factors that influence it, having been used for such a version adapted and validated questionnaire Europep. Results show that users of the ACES Tâmega I - Baixo Tâmega evaluate favorably the health care. The dimensions with greater satisfaction are the “relationship and communication”, especially the time spent by nursing staff, “human resources”, with emphasis on competence, courtesy and caring nursing staff and “facilities”. The lowest levels of satisfaction, while positive, are related to the organization of services and continuity and cooperation. The wait time in the waiting room, on the organization of services is, among all, the worst aspect to review distancing themselves significantly from all other items evaluated. Also the analysis of comments on the pleasant and unpleasant surprises found in the units shows that organizational aspects are the most displeasing users and relational ones that most appeal. It appears that age, marital status, education level, use of the health unit and unit type determines differences in satisfaction. Users of USF recommend more your unit health and are more satisfied in all dimensions of satisfaction evaluated, this discrepancy is more pronounced in the organization of services and answer to needs.
La reforma de los cuidados de atención primária surgió , en 2005, com el objetivo principal de crear un nuevo modelo de organización de los cuidados de atención primária mas próximos de los ciudadanos y mas eficiente, apareciendo asi en este contexto, las Unidades de Salud Familiar (USF) y mas recientemente las Unidades de Cuidados de Salud Personalizados (UCSP). Importa ahora determinar la evaluación que los usuários de estas unidades hacen de los cuidados que se les prestan. En este estúdio se pretende evaluar la satisfacción de los usuários de las UCSP y USF del Agrupamiento de Centros de Salud (ACES) Tâmega I – Baixo Tâmega e identificar los factores que la influencian siendo utilizada para esto una versión adaptada y validada del questionário Europep. Los resultados demuestran que los usuários del ACES Tâmega I- Baixo Tâmega hecen una evaluación favorable de los cuidados de salud. Las dimensiones mas satisfactórias son “la relación y la comunicación”, destacando el tiempo dedicado por el personal de enfermeria, los “recursos humanos” , destacando la competência, cortesia y cariño de los enfermeros y las “instalaciones”. Los niveles mas bajos de satisfacción, aunque positivos, son los relativos a la organización de los servicios,la continuidad y cooperación. El tiempo de espera, en la sala, es entre todos los referido a la organización de los servicios, el peor evaluado distanciandose significativamente de todos los demas itens que entraron en el estúdio. Analizando los comentários relativos a sorpresas agradables y desagradables encontradas en las unidades, también se verifico que los aspectos de la organización son los que mas desagradan a los usuários y los relativos a la relación los que mas agradan. Se verifica que la edad, estado civil, escolaridad, uso de la unidad y tipo de unidad determinan diferencias en quanto a la satisfacción. Los usuários de las USF recomiendan mas su unidad se salud y se encuentran mas satisfechos en todas las dimensiones de satisfacción evaluadas, siendo esta discrepancia mas acentuada a nível da la organización de los servicios y la respuesta a las necesidades.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/1899
Aparece nas colecções:ESTSP - DM - Gestão de Organizações / Gestão de Unidades de Saúde

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_CarlaMachado_2012.pdf2,32 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.