Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/1871
Título: Remoção de metais usando casca de amendoim
Autor: Oliveira, F. D.
Orientador: Figueiredo, Sónia Adriana
Freitas, Olga M.
Palavras-chave: Casca de amendoim
Iões metálicos
Sorção
Cinética
Equilíbrio
Coluna leito fixo
Data de Defesa: 2008
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Resumo: No presente trabalho pretendeu-se estudar a viabilidade da utilização de um resíduo agrícola – casca de amendoim – como biossorvente na remoção de metais pesados – cobre (II), níquel (II) e zinco (II) – em solução aquosa. A escolha deste biossorvente baseou-se no facto de se saber que se trata de um material natural que revela aptidão para a fixação de iões metálicos, bastante abundante e de baixo custo, podendo vir a ser uma potencial alternativa aos materiais actualmente utilizados. O trabalho contemplou os seguintes aspectos: caracterização do biossorvente, estudo da influência da granulometria, ensaios cinéticos num adsorvedor perfeitamente agitado, estudo da influência do pH nos sistemas mono-componente, planeamento factorial para o estudo da influência da força iónica e da razão massa biossorvente/metal, isotérmicas de equilíbrio e ensaios em coluna mono e tricomponente. Seleccionou-se a granulometria de 1,0-2,0 mm para o trabalho experimental. No ensaios cinéticos o modelo que melhor se ajustou aos dados experimentais do cobre e do zinco foi o de pseudo-primeira ordem, sendo o de pseudo-segunda-ordem o mais adequado para o níquel. O estudo da influência do pH permitiu concluir que o valor de pH 5 seria adequado para todos os sistemas. O planeamento factorial incidiu sobre os sistemas mono-componente, sendo os factores – força iónica e concentração de adsorvente – o objecto de estudo. A partir dos resultados obtidos verificou-se que a capacidade de biossorção aumenta com o aumento da concentração da casca de amendoim e com a força iónica, apresentando esta uma forte influência. Os estudos de equilíbrio foram adequadamente descritos pelo modelo de Freundlich, verificando-se uma maior afinidade da casca de amendoim para o cobre. Nos ensaios em coluna de leito fixo, para o cobre nos sistemas mono e tricomponente, verifica-se que o modelo de Yan é o que melhor descreve a curva de ruptura experimental.
The present work intended to study the viability of using agricultural wastes – peanut hulls – as biossorbent for heavy metals removal – copper (II), nickel (II) and zinc (II) – from aqueous solutions. The choice of this biossorbent was based upon the fact that it is a natural low cost material able to fix metal ions and easily available. So, it might be a potential alternative to commonly used sorbents. This work focused mainly on the following aspects: biossorbent characterization, kinetic studies into a continuous completely stirred tank reactor, study of the influence of pH in the mono-component systems, factorial experimental design to study the influence of the ionic strength and the reason biossorbent mass/metal, equilibrium isotherms and column studies for the mono and tri-component systems. The grain size used in this experimental work was 1.0-2.0 mm. In the kinetic studies the model that best fited the experimental data for copper and zinc was the pseudo-first order model, and the pseudo-second order was the best model for nickel. The pH influence study showed that the pH of 5 was the most favorable for all systems. The factorial experimental design was focused in the mono-component systems, evaluating the factors – ionic strength (F.I.) and the adsorbent concentration (Cads). From the obtained results it can be said that the biossorption capacity increases with the increasing of peanut hull concentration and ionic strength; this last showned a strong influence. The equilibrium studies were better described by the Freundlich model. The peanut hulls showed a higher affinity to copper. In the fixed bed column experiments, for copper in the mono and tri-component system, the Yan’s model is the model that fits better the experimental curve.
Descrição: Mestrado em Engenharia Química
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/1871
Aparece nas colecções:ISEP - DM – Engenharia Química

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_FilipeOliveira_2008_MEQ.pdf728,78 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.