Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.22/1839
Título: A exportação do mel português: um estudo exploratório sobre as motivações, barreiras e estratégias
Autor: Ricardo, Sofia Isabel Andrade
Orientador: Barros, António Correia de
Palavras-chave: Exportação
Mel
Marketing
Internacionalização
Export
Honey
Internationalization
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Resumo: Na actualidade é de extrema importância a aposta por parte das empresas na sua internacionalização, sendo um caminho apontado para o sucesso e sustentabilidade empresarial. O sector apícola não é excepção. A apicultura remonta às mais antigas civilizações. Entretanto, com o tempo, o homem foi desenvolvendo a prática desta actividade. A apicultura encontra-se também associada ao notável impacto ambiental que proporciona através da polinização das flores e plantas. O valor da apicultura vai muito além do valor económico dos seus produtos. A relevância desta investigação prende-se com o facto do sector apícola ser ainda pouco estudado sob o ponto de vista da internacionalização, tanto quanto é do nosso conhecimento, comparativamente com sectores como o vinícola, os queijos e o azeite. Inicialmente é realizado um enquadramento teórico da internacionalização, seguindo-se a análise do panorama do sector apícola em Portugal e, posteriormente, a nível internacional. Depois, averiguamos de que forma as organizações do sector apícola nacional se internacionalizam. O desenvolvimento da dissertação teve por base as referências bibliográficas indicadas e o conhecimento obtido através de entrevistas exploratórias, que foi complementado com entrevistas a empresas do sector apícola nacional, que praticam distintas formas de exportação. A investigação permitiu-nos analisar os principais motivos que levam as empresas do sector apícola a exportarem o mel e, por outro lado, as barreiras sentidas por estas. Este estudo permitiu-nos ainda a identificação dos mercados-alvo do mel português e o apuramento de algumas especificidades relativas ao marketing-mix internacional. Além disso, as empresas apontaram sugestões para a melhoria da competitividade do mel português em mercados externos. Com base neste estudo concluímos que, de facto, compensa as empresas exportarem directamente, embora represente um maior investimento a nível de recursos (financeiros, humanos e produtivos) por parte destas. Por outro lado, face à limitação de produção salienta-se a importância das organizações de produtores, nomeadamente, agrupamentos e cooperativas, para a concentração de massa crítica e recursos necessários para se competir em ii mercados internacionais. Ainda assim, parece-nos fundamental a aposta por parte das empresas na diferenciação pela qualidade do mel português que se produz.
Nowadays is extremely important to wager by companies in their internationalization, and the path pointed to the success and business sustainability. The beekeeping industry is no exception. The beekeeping dates back to the earliest civilizations. However with time, man has developed the practice of this activity. The apiculture is also associated with the notable environmental impact through providing pollination of flowers and plants. The value of beekeeping goes far beyond the economic value of their products. The relevance of this research lies in the fact that beekeeping is still rarely studied from the point of view of internationalization, as far as we know, compared with sectors such as wine, cheese and olive oil. First a detailed theoretical framework of internationalization, followed by an overview of the beekeeping sector in Portugal, and later internationalization. Then we ascertain how the national beekeeping organizations go international. The development of the dissertation was based on the references indicated and knowledge obtained through exploratory interviews, which was supplemented with interviews of the beekeeping sector national companies, who practice different forms of export. The investigation allowed us to analyse the main reasons that lead companies to export honey and, on the other hand, the barriers experienced by these. This study allowed us also to identify the target markets of Portuguese honey and clearance of some specifics regarding international marketing-mix. In addition, companies pointed suggestions for improving the competitiveness of Portuguese honey in foreign markets. Based on this study we conclude that in fact rewards firms exporting directly, although it represents a greater investment in resources (financial, human and productive) by these. On the other hand, due to limited production emphasizes the importance of producer organizations, including groupings and cooperatives for the concentration of critical mass and resources to compete in international markets. Nonetheless, it seems essential to bet for companies to differentiate the quality of Portuguese honey which is produced.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentado ao Instituto de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Empreendedorismo e Internacionalização, sob orientação de Professor Doutor António Correia de Barros
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.22/1839
Aparece nas colecções:ISCAP - DM- Empreendedorismo e Internacionalização

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_SofiaRicardo_2013.pdf1,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.